10 coisas que parecem simples, mas que a ciência não sabe explicar

E quantas coisas já aconteceram na vida de vocês  e que nunca houve explicação alguma? Infelizmente algumas coisas que acontecem ou que sentimos não fazem nenhum sentido para nós, e muito menos para a ciência. Estamos falando de coisas normais do nosso dia-a-dia, coisas que acontecem com todo mundo, como menstruar ou simplesmente soluçar, e que nem os mais cientistas do mundo conseguirão explicar.

Pensando nisso, nós resolvemos criar e desenvolver essa lista com algumas dessas coisas, umas simples demais e outras que acontecem com poucas pessoas. Então, caros leitores, confiram agora a nossa matéria com as 10 coisas que parecem simples, mas que a ciência nunca conseguiu explicar;

1 – Por que os seios são sexualmente excitantes?

1

As mulheres são as únicas fêmeas que tem seios permanentemente aumentados, e já foi estabelecido que os seios femininos tem receptividade sexual, mas os cientistas não sabem por que isso é exclusivo aos seres humanos, já que as outras espécies não sentem excitadas nos seios.

2 – Por que gatos ronronam?

2

Vocês sabem em qual hora os gatos ronronam? Segundo a ciência, os gatos ronronam quando estão contentes, com fome oi assustados, mas também pode ser quando estão machucados ou querem se comunicar. A verdade é que ninguém sabe ao certo o porque eles fazem esse barulho.

3 – Por que as mulheres menstruam?

1

Humanos são um dos poucos mamíferos que possuem um ciclo menstrual. Os pesquisadores não têm certeza de por que evoluímos a menstruação. Para remover toxinas do corpo? Nos defender de patógenos em espermatozoides? Para conservar energia, mas manter o revestimento uterino? Ou seria um mecanismo evolutivo para proteger a mãe de fetos agressivos ou embriões ruins? Ninguém sabe.

4 – Para que serve o soluço?

2

Além de ser chato e irritante, ainda não se sabe qual a função exata do soluço. Os cientistas não sabem explicar, mas existem algumas teorias como de que o soluço é um resquício evolucionário no nosso código genético passado por ancestrais anfíbios.

5 – Por que temos pelos pubianos?

1

Em outros grandes símios, o pelo pubiano é fino e menos volumoso, diferente dos humanos, que temos mais pelos nas partes íntimas do que nos resto do corpo, mas o que poderia explicar isso? Uma explicação poderia ser a maturidade sexual, que aumenta o cheiro dos feromônios e protege nossos órgãos sexuais de infecções, mas isso nunca foi comprovado.

6 – Porque nos beijamos?

2

E quem não gosta daquele beijo gostoso com a pessoa amada? Mas porque gostamos tanto de beijar? Esse hábito pode ter sido herdado de ancestrais que comiam na boca de suas mães ou uma forma de ficar mais próximo do parceiro, mas a certeza nunca foi descoberta.

7 – Por que as pessoas espirram quando olham para o sol?

1

Já ouviram falar em espirro fótico? Os especialistas pensam que esse reflexo é genético, mas não sabem explicá-lo. Quando o espirro é resultado de uma irritação nasal, a irritação ocular não deveria causá-lo, e como os dois são conectados, pode ser que o espirro fótico venha daí, mas ninguém nunca conseguiu explicar.

8 – Porque os tomates tem mais genes que os seres humanos?

2

Por que os tomates são tão complexos geneticamente? Hipóteses sugerem que pode ter algo a ver com a sobrevivência da fruta, ou pode ser um monte de DNA lixo.

9 – Por que acordamos com espasmos musculares?

1

Você já acordou do nada sentindo uma contração muscular muito forte? A sensação é que você está caindo, e existe uma ideia de que o fenômeno pode ser um reflexo mal interpretado de relaxamento muscular, mas isso nunca foi provado.

10 – Por que temos queixo?

2

Neandertais não tinham queixos. Grandes símios não têm queixos. Nós temos. Por quê? Uma teoria é que eles evoluíram junto com a fala. Também podem ter surgido para suportar maxilares menores na hora de mastigar. Ou podem ser uma mutação aleatória.

 

Este é um site de noticias, curiosidades e tratamentos, ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Falando sobre isso

Leave a Reply