10 famosos que mostram que imperfeições físicas podem fazer você mais forte

Muita gente por aí se conforma com as próprias falhas ou com os obstáculos impostos pela vida. Outros correm atrás e buscam virar o jogo. Para eles, os desafios existem para serem superados. Isso vale, inclusive, para quem nasceu com imperfeições físicas.  admiramos aqueles que foram capazes de alcançar o sucesso e que mostraram a todo mundo que até mesmo esse tipo de problema não é uma razão para recuar. Se você viu os jogos Paralímpicos, certamente concorda.

Winnie Harlow

Esta garota, que sofre de vitiligo (distúrbio de pigmentação da pele), desde a sua infância sonhava em brilhar na passarela. Na escola a chamavam de vaca, zebra e tiravam sarro dela de todas as formas possíveis.

Winnie não desistiu e, depois de participar do “American Next Top Model” se tornou uma das modelos mais procuradas da modernidade. Além disso, deu uma conferência para o TED Talks, na qual falou sobre o vitiligo, explicando que se trata de uma doença de pele, não da destruição da vida.

Stephen Hawking

Quando Hawking tinha 21 anos, os médicos diagnosticaram paralisia e disseram ao garoto recém-formado pela Universidade de Oxford, que ele tinha apenas dois anos e meio de vida. Stephen não só continuou a estudar, mas também se tornou o maior físico teórico e promotor da ciência em nossos tempos. Em 1985, o cientista perdeu a capacidade de falar, no entanto, isso não representou obstáculo algum para ele.

Peter Dinklage

A estrela de “Game of Thrones“, ”As crônicas de Nárnia“ e “X-Men” mostra que carisma, talento e trabalho pessoal são muito mais importantes do que a baixa estatura. Peter Dinklage nasceu com uma doença congênita: acondroplasia, que causa nanismo.

A altura do ator é de apenas 1,35 cm. Peter não se ofende quando o chamam de anão, e ele mesmo brinca sobre a sua doença: ”Acho que minha mãe visitou uma usina nuclear, quando estava grávida”.

Viktoria Modesta

Esta garota valente é considerada uma ’cantora biônica’. Por causa de uma lesão no nascimento, Viktoria teve uma das pernas amputadas abaixo do joelho. Ela diz que considera seu defeito uma vantagem criativa. Posa para revistas de moda e continua a quebrar estereótipos sobre beleza.

Sylvester Stallone

Durante seu nascimento, os médicos lesionaram os nervos faciais de Stallone. Isto resultou numa paralisia parcial da parte inferior esquerda da face e numa dificuldade da fala. Mesmo esses problemas, que à primeira vista parecem incompatíveis com a profissão de ator, não impediram Sylvester ser a estrela em mais de 50 filmes, incluindo “Rocky — Um lutador“, ”Os mercenários” e “Rambo”. Alguém vai negar que o cara se tornou um ícone do cinema?

Jamie Brewer

A atriz e modelo com síndrome de Down se tornou uma das principais estrelas da série de TV “American Horror Story“ e também a primeira menina com essa síndrome que participou da semana de moda de Nova York.

”Quero que as mulheres jovens vejam o que estou fazendo e saibam que isto é possível para qualquer uma delas. Inspiro os outros a não esconder quem realmente são”, assegura Brewer.

Forest Whitaker

A ptose congênita (queda da pálpebra superior) do olho esquerdo não impediu Whitaker de alcançar grande sucesso em sua carreira nas telonas e nas telinhas. Ele ganhou um Oscar de melhor ator e também foi nomeado para o Globo de Ouro, Emmy e BAFTA. Os críticos costumam associar a pálpebra caída de Forest a um ar misterioso.

RJ Mitte

O ator sofre de paralisia cerebral infantil. Na série de TV “Breaking Bad“, ele interpretou o papel de Walter White Júnior, filho do personagem principal que sofre da mesma doença. RJ Mitte considera que seu dever é ajudar as pessoas com problemas físicos e também é representante da campanha ”Incorporação na arte e nos meios de comunicação de pessoas capacidade limitada”.

Marlee Matlin

Tornou-se a única personagem surda que ganhou um Oscar como melhor atriz. Com certeza, o prêmio foi dado por seu papel de estreia no filme “Filhos de um Deus menor“. Marlee também apareceu em séries de TV como ”Desperate Housewives“, “My Name is Earl”, ”Switched at Birth”, entre outras.

Nick Vujicic

Ele nasceu com uma doença genética rara: tetra-amelia (ausência dos membros das extremidades totalmente funcionais) e, apesar disso, continua a inspirar milhões de pessoas. Nick não só conseguiu formar uma família feliz, mas também escreveu alguns livros que lembram que não há nada impossível e nós que nos colocamos limites. Vujicic é hoje um palestrante motivacional, que ajuda os outros a encontrar seu caminho na vida.

Por fim, como não lembrar do exemplo do nadador brasileiro Daniel Dias? Ele nasceu como malformação congênita dos membros superiores e da perna direita. Mesmo assim, cresceu fazendo as mesmas atividades de outras crianças, indo à escola e brincando. Treinando e se dedicando, Dias se tornou o maior atleta paralímpico da história do País, com impressionantes 24 medalhas, sendo 10 de ouro.

Este é um site de noticias,curiosidades e tratamentos,ele não substitui um especialista.Consulte sempre seu médico.

Falando sobre isso

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*