10 fotos que mostram que 2016 não foi tão ruim assim, veja

Muita gente passou o ano reclamando de tudo o que aconteceu e não vê a hora de que 2016 acabe logo. Nós sabemos que as coisas não foram fáceis, mas convidamos você a parar um minutinho para ver algumas fotos que mostram que nem tudo está perdido é possível ter fé na humanidade. Afinal, durante o ano também houve luz e bondade.

Veja as fotos!

1. Cirurgião cardíaco tranquiliza uma menina antes de uma complicada operação.

2. O garoto se chama Glenn Buratti e vive na Flórida, Estados Unidos. Ele tem 6 anos e é autista. Quando fez aniversário, ninguém foi à festa. A mãe postou a história no Facebook e, após algumas horas, Glenn recebeu a visita de policiais e bombeiros, que vieram cumprimentá-lo.

3. No Canadá, um grupo recupera jaquetas perdidas ou inutilizadas e as pendura em postes, para que as pessoas mais pobres possam ter proteção contra o frio.

4. Senhor ajuda um jovem desconhecido a dar nó na gravata. Um gesto simples, mas cheio de humanidade.

5. Nazir Sobhani, de 27 anos, também conhecido como The Street´s Barber é cabeleireiro. Uma vez por semana, ele sai às ruas de Melbourne (Austrália) para cortar cabelos de indigentes.

6. O professor Sydney Engelberg, sem interromper a aula, pegou em seus braços um bebê que chorava para acalmá-lo. O efeito foi quase instantâneo. (Foto principal da publicação)

7. Na Turquia, Fethullah, de 24 anos, e Ezra, de 20 anos, gastaram o dinheiro que ganharam de casamento para alimentar os mais necessitados.

8. Este jovem encostou a moto na avenida movimentada para ajudar uma família de patos a cruzar a via com segurança.

9. Este senhor leva todos os dias o amigão de quatro patas para passear. O cão já não consegue se movimentar.

10. Bastam brinquedos simples e um coração enorme por parte dos funcionários de um hospital para que as crianças fiquem menos nervosas antes de uma cirurgia.

Este é um site de noticias,curiosidades e tratamentos,ele não substitui um especialista.Consulte sempre seu médico.

Falando sobre isso

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*