10 remédios que você consome que podem ser muito perigosos

Especialista fala sobre os perigos da automedicação

Analgésicos e antibióticos. Há que se sinta um verdadeiro pseudofarmacêutico, com comprimidos à tira colo nas gavetas de casa ou espelhados pela bolsa. No Brasil, a automedicação tornou-se uma prática bastante comum, mas talvez a maioria das pessoas desconheça os riscos do uso indiscriminado de determinados remédios.

Automedicação pode ser perigosa se vira rotina e a pessoa já não consegue viver mais sem remédios

Ao site Exame, Marcia Kedouk, em seu mais recente livro, “Tarja Preta – Os segredos que os médicos não contam sobre os remédios que você toma”, dedicou um capítulo inteiro sobre o perigo real da automedicação.

1 – Tylenol
Princípio ativo: Paracetamol
Para que serve: Dor e febre
Efeitos indesejados: As superdosagens podem acontecer porque outros medicamentos também possuem o mesmo princípio ativo. E a mistura do Tylenol com um anti-inflamatório, por exemplo, pode provocar overdose acidental.

2 – Neosaldina
Princípio ativo: Dipirona, mucato de isometepteno e cafeína
Para que serve: Dor e febre
Efeitos indesejados: Uso indiscriminado de remédios comuns para dor de cabeça diminui a capacidade de o corpo liberar endorfina – o nosso analgésico natural.

3 – Dorflex
Princípio ativo: Dipirona, citrato de ofernadrina e cafeína
Para que serve: Dor principalmente muscular
Efeitos indesejados: Além dos efeitos colaterais da dipirona, a superdosagem da orfenadrina é tóxica e pode levar à morte. Boca seca, alterações nos batimentos do coração, tremor, agitação, delírio e coma são alguns dos efeitos em doses altas.

4 – Aspirina
Princípio ativo: Ácido acetilsalicílico
Para que serve: Dor e estágios leves de febre
Efeitos indesejados:  Combinada com outro anti-inflamatório ou álcool, o uso da aspirina aumenta as chances de úlcera e sangramentos estomacais e intestinais severos.

5 – Salonpas
Princípio ativo: Salicilato de metila e levomentol
Para que serve: Dores musculares
Efeitos indesejados: O risco existe se o paciente toma algum tipo de anticoagulante, medicação para diabetes, se é alérgico ao princípio ativi da Aspirina, ou ainda se tem sangramentos gastrointestinais ou problemas nos rins ou fígado.

6 – Eno
Princípio ativo: Bicarbonato de sódio, carbonato de sódio e ácido cítrico
Para que serve: Queimação no estômago
Efeitos indesejados: Pode ser uma bomba principalmente para quem tem pressão alta e problemas no coração.

7 – Omeprazol
Princípio ativo: Omeprazol
Para que serve: Dores no estômago principalmente as provocadas por lesões das mucosas
Efeitos indesejados: O Omeprazol age na diminuição do suco gástrico e seu uso por um longo período pode causar efeito-rebote, gerando assim o excesso de produção de gastrina.

8 – Neosoro

Princípio ativo: Cloridrato de nafazolina

Para que serve: Desentupir o nariz

Efeitos indesejados: A nafazolina pode induzir a tolerância, efeito-rebote e até dependência psicológica. Seu uso frequente faz com que o corpo acostume com a medicação e exija uma quantidade maior do produto. Além de uma rinite medicamentosa, o Neosoro pode aumentar a pressão sanguínea e trazer problemas para o coração.

9 – Torsilax

Princípio ativo: Diclofenaco sódico, carisoprodol, paracetamol e cafeína

Para que serve: Dores musculares

Efeitos indesejados: Anti-inflamatórios de uma maneira geral podem atacar as mucosas do trato digestivo, causando assim náusea, vômito, diarreia, cólicas abdominais, sangramento gastrointestinais e úlceras.

10 – Amoxil

Princípio ativo: Amoxilina (antibiótico)

Para que serve: Infecções (combate de bactérias)

Efeitos indesejados: O uso indiscriminado de antibióticos pode levar a proliferação de bactérias resistentes, chamadas de superbactérias.

Este é um site de noticias,curiosidades e tratamentos,ele não substitui um especialista.Consulte sempre seu médico.

Falando sobre isso

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*