15 coisas que só mãe de menino é capaz de entender

O portal de notícias norte-americano The Huffington Post fez uma lista de verdades que só as mães de garotos sabem. No texto, jornalistas que tiveram somente filhos homens contam como é ser seu modelo de mulher. Outras, que tiveram menina e menino, afirmam que as experiências maternas são totalmente diferentes: “desde o momento em que agarram um caminhão de brinquedo, até suas opções de brincadeira que geralmente têm a ver com bater em coisas”.

Privilégios de quem tem filho:

1. Você é o seu primeiro amor e não há como evitar
Os meninos têm uma conexão mais próxima com suas mães (que as meninas) e Freud já explicava o motivo, no sentido mais saudável que se possa parecer. Eles aprendem a amar as mulheres – e como serem amado por elas – através de você.

2. Eles amam suas mães, mas têm algumas perguntas que só um pai pode responder
Toda mãe de um menino sabe que, em algum momento, vai chegar a uma bifurcação na estrada. Para explicações sobre emoções, sentimentos e como respeitar sua parceira. Se perguntas similares à como-realmente-se-faz não poderão ser respondidas pelo, peça uma ajudinha para um avô, tio ou primo mais velho.

3. Sua geladeira e despensa precisam ser ampliadas
Ele é um menino e está crescendo, com certeza. Ainda que existam alimentos que ele prefira para comer, ele deve sempre optar pelo que está mais próximo da sua vista na geladeira ou em caixas de industrializados. Chantagens do tipo “se não comer todo salgado, não vai ganhar sobremesa” podem não ser necessárias com meninos. Mas, negocie para que as escolhas também sejam saudáveis.

4. Você não tem drama de menina
Você está livre de todos os disse-que-disse, as lágrimas, as mudanças de humor. Os meninos têm suas próprias questões, mas eles costumam ser mais tranquilos quanto à montanha-russa emocional da pré-adolescência.

5. Eles são capazes de dormir 26 horas por dia e isso não tem nada a ver com falta de ambição
Entenda os cochilos fora de hora e não os associe com preguiça ou falta de motivação. Se seu filho tivesse 29 anos, vivendo às suas custas e dormindo o dia todo, você deveria se preocupar. Neste momento, apenas seu corpo está lhe dizendo que ele precisa de mais descanso.

6. Ter filhos pode servi-la
Talvez demore para perceber, mas você terá mais tempo pra si que qualquer mãe de menina simplesmente poderia imaginar. Ir à manicure ou ao cabeleireiro podem ser momentos de fuga. Há quem goste de não carregar uma criança toda vez que for fazer um “programa de menina”.

7. Você pode ser fonte de muitas coisas, inclusive de embaraço interminável
Não fique surpresa quando ele começar a caminhar mais distante vocês. Ele ainda virá atrás de você, para abraçá-lo quando ninguém estiver olhando. Os pais, em contrapartida, parecem não ler os sinais tão bem e ainda preferem ocupar o papel de treinador do time do filho, do que ficar apenas sentado na arquibancada assistindo. Ambos os pais, como regra, devem assumir a invisibilidade quando seus filhos adolescentes estiverem ao redor.

8. Você sempre vai se sentir mãe de um bebê
Eles sempre serão seus pequenos, não importa quão grande seus filhos fiquem. E você sempre vai se sentir uma boba os vendo dormir, ou recebendo uma demonstração de carinho inesperada, mesmo depois de adultos. É como você os enxerga.

9. Deixá-lo fazer o máximo possível sozinho é bom
Também é importante deixar um menino desenvolver o seu próprio senso de estilo de se vestir. Enquanto ele estiver vestindo peças apropriadas para o clima, fique tranquila. Ser também responsável por manter suas roupas limpas (pôr pra lavar, vai?), o seu quarto limpo, e seu corpo limpo também é uma ótima. Se falhar em só uma opção das três, não é tão ruim.

10. Aos 13 anos, eles oscilam entre a infância e a idade adulta
A puberdade é um processo, não um evento que acontece da noite pro dia. E enquanto todos eles devem chegar à linha de chegada da puberdade eventualmente, há um ritmo diferente para cada um deles. É comum os pais lutarem contra isso, às vezes. Olhando para o jovem à frente, não conseguem ver o menino que ainda há dentro.

11. Eles são (um pouco) menos vulneráveis
Claro, meninos têm seus próprios problemas e também podem ser vítimas, mas as meninas são mais vulneráveis e propensas a serem perseguidas. Mães de meninos podem se preocupar menos com a segurança dos filhos (e também ensiná-los a respeitar as mulheres, para que outras mães possam se preocupar menos com suas filhas).

12. Você é o seu protótipo feminino
Nunca é tarde demais para mostrar a eles que você procura para ser bem tratada por eles, pelo pai e pelos homens em geral. Meninos de mães que são fortes e se fazem respeitar, procuram mulheres semelhantes para parceria e serão melhores companheiros para elas.

13. Você pode desejar ter uma filha
Um caminho não percorrido sempre nos faz pensar sobre os “e se”. E se tivesse sido menina? Pode haver momentos em que você ainda acredite que deveria ou poderia ter tentado uma menina também. Não se preocupe, isso vai passar. Ou não.

14. Você vai ter arrependimentos
Inevitavelmente, todas as mães cometem erros. E mães de meninos tendem a lidar com o mais alto índice de energia dos filhos equilibrado à sua dose de paciência. Tente compensar com bons (mesmo que curtos) momentos com qualidade de atenção e carinho.

15. Encare o desafio
Educar um bom homem é algo para se maravilhar e se honrar. Homens que são gentis, amáveis e carinhosos. Os homens que tratam bem as mulheres e as crianças também. Homens que serão amorosos, maridos devotados. Esta é uma responsabilidade enorme, mas recebeu esta incrível oportunidade! Desfrute, e colha os frutos.

Falando sobre isso

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*