5 chás naturais que possuem propriedades antidepressivas que curam a depressão

Todos os preconceitos que existiam sobre a existência e o reconhecimento da depressão como doença, desapareceram nos últimos anos. A saúde mental é hoje vista como uma das áreas mais importantes da medicina e, por isso, o desenvolvimento da medicação e a qualidade dos serviços têm melhorado significativamente.

Os antidepressivos, substâncias criadas nos anos 50 para resolver a depressão, são cada vez mais recomendados pelos médicos e psiquiatras. Estima-se, que um em cada sete pessoas tome antidepressivos, um numero exageradamente alto em todo o mundo, ou seja, dia após dia, pessoas consumem esses tipos de medicação.

A síndrome depressiva necessita de tratamento rápido e eficaz, mas o fato é que a maioria dos antidepressivos, administrados por médicos e farmacêuticas, têm efeitos colaterais indesejáveis, como a disfunção sexual, a dependência, o aumento de peso, efeitos psicológicos e, em casos de maior risco, podem levar até ao suicídio.

E muitas das vezes, algumas depressões diagnosticadas como leves, que acontecem maioritariamente às mulheres na menopausa, não necessitam de um tratamento agressivo, mas sim, de um tratamento mais leve e mais natural.

O tratamento com antidepressivos naturais pode ser uma boa solução para quem procura curar a tristeza, o desânimo e o pouco otimismo.

O uso de ervas medicinais pode ter efeitos positivos na cura de uma depressão leve ou moderada. Um bom exemplo de antidepressivo natural é fazer um suco, com meia colher de sopa de folhas de maracujá, meia colher de sopa de flores de camomila e meia colher de sopa de folhas de limão, colocadas numa xícara ou no bule, com água a ferver, durante dez minutos, como se faz normalmente o chá.

Depois de coado, adiciona-se o chá a um terço de xícara de suco de uva, outra de suco de maçã e outra de suco de maracujá. Depois é só colocar no liquidificador e beber três xícaras por dia.

Chás Antidepressivos

Os Chás de ervas continuam a ser um dos remédios naturais mais populares para o tratamento de muitas doenças, incluindo a pele seca, pressão alta, ansiedade e depressão.

Se você é daquelas pessoas que gosta de beber e apreciar uma boa chávena de chá todos os dias, então está no bom caminho. Conheça então alguns dos melhores chás de ervas para o alívio de determinados sintomas de depressão, incluindo ansiedade, insônia, perda de memória ou mau humor.

Folha de framboesa vermelha

 

cha-de-folha-de-framboesa-

 

O chá de Folha de framboesa vermelha pode ser especialmente útil quando se lida com a depressão associada ao ciclo menstrual. As folhas da framboesa vermelha contêm quercetina, um pigmento vegetal que funciona como um antidepressivo. Os nutrientes provenientes do chá de folhas de framboesa incluem ferro, cálcio, manganês, magnésio e vitamina B, vitamina C e vitamina E.

Erva de São João (Hypericum perforatum)

erva-de-sao-joao-hypericum-perforatum-hiperico-ou-hipericao

 

A erva de São João (Hypericum perforatum), Hipérico ou Hipericão é uma planta mágica.

As propriedades da erva que mais tem atraído investigadores estão ligadas ao seu uso tradicional no tratamento da depressão leve e moderada e da ansiedade. A indicação da erva de São João para este fim tem sido validada nas últimas décadas por algumas agências de saúde de alguns países como na Alemanha, onde terá sido incluída na farmacopéia oficial e prescreve-se principalmente com esse propósito terapêutico.

A erva de São João ajuda na produção de serotonina, uma substância química antidepressiva. As pessoas que sofrem de depressão têm os níveis desta substância mais baixos do que aqueles que não sofrem do mesmo problema. Mas atenção, uma vez que este chá faz aumentar a quantidade de serotonina no organismo, consulte primeiro o seu médico se estiver a tomar outros antidepressivos.

Camomila

cha-de-camomila

Este chá de ervas bastante popular é igualmente aconselhado e utilizado para aliviar a ansiedade. A camomila é uma erva que contém crisina (chrysin e chrysidenon), um flavonoide que ajuda a reduzir a ansiedade e as insônias, sintoma bastante comum de depressão.

Ginkgo biloba

 

cha-de-gingko-biloba

O Ginkgo biloba é uma das ervas mais vendidas nos Estados Unidos, ajudando na melhora da função cognitiva relacionada com a idade e na perda de memória.

Os Flavonoides existentes no Ginkgo biloba (Ginkgolídeos, flavonóides glicosídeos e heterosídeos), quando ingeridos aumentam a circulação do sangue periférico e, como resultado torna-se mais eficiente a irrigação de tecidos orgânicos.

Tornando-se um suplemento bastante benéfico para as pessoas em idade mais avançada, uma vez que à medida que envelhecemos o nosso corpo perde a capacidade de irrigar adequadamente os tecidos (especialmente o cérebro, causando perda de memória, fadiga, demência, confusão, depressão e ansiedade).

No entanto, o Ginkgo biloba é conhecido por interagir com alguns medicamentos e desta forma é importante consultar sempre o seu médico antes de misturá-lo com quaisquer medicamentos antidepressivos, de forma a reduzir as chances de efeitos colaterais, tais como náuseas, diarreia, coração acelerado, dores de cabeça e dores de estômago.

Compre Chás de Qualidade e Orgânicos

É igualmente importante comprar chás de ervas orgânicos elaborados a partir de plantações de grande qualidade de cultivo. Seja consumido por mero prazer ou para o tratamento de alguma patologia de forma regular, devemos sempre colocar de parte produtos que agreguem substâncias artificiais, como químicos, óleos ou sabores artificiais.

Certifique-se que os saquinhos de chá (folhas, raiz, ervas…) ficam em infusão (imersão em água) por pelo menos 10 a 15 minutos de forma a maximizar, extrair, todas as propriedades saudáveis destas 4 ervas maravilhosas.

Vimos em emagrecercomvidaesaude

Falando sobre isso

Leave a Reply