6 mulheres revelam os lugares onde nunca mais pretendem fazer sexo na vida

Uma das fantasias sexuais mais comuns entre casais que pretendem apimentar a relação é transar em lugares inusitados, longe do conforto tradicional do quarto. Apesar de excitante, a ideia nem sempre funciona na prática e chega a ser traumática e frustrante. Confira abaixo os relatos de mulheres que revelam a uma reportagem da revista “Women’s Health” os lugares onde nunca mais pretendem fazer sexo na vida:

Sexo em lugares públicos: “Quando eu morava em Chicago, eu pensei que seria divertido fazer sexo em lugares públicos. No meio da noite, nós estávamos andando por uma rua próxima ao Lago Michigan. Nós escolhemos um lugar na calçada e começamos a nos tocar. Foi estranho, doloroso e terminou com ele me dedilhado por cinco minutos enquanto eu observava lixo espalhado. Definitivamente, nada excitante” -Michelle L., 28 anos.

Sexo no estacionamento: “No colégio, meu namorado e eu transamos em sua minivan com os assentos para baixo em um estacionamento. Depois que as janelas estavam embaçadas, ouvimos uma batida na porta e vimos uma luz. Era um policial. Ele viu nós dois nus e nos disse para mover o carro” -Leah D., 27 anos.

Sexo na banheira: “Banheira de hidromassagem não é realmente um lugar sensual para ter relações sexuais. Por outro lado, é um ótimo lugar para contrair bactérias na vagina” -Maria R., 30 anos.

Sexo na cama de solteiro: “Transar em uma beliche? Simplesmente, não” – Hayley T., 26 anos.

Sexo em um barco: “O pior lugar em que fiz sexo foi em um barco. É instável, ele cheirava a urina e ainda havia muita areia envolvida. Nunca mais” -Jenna H., 33 anos.

Sexo sob o cobertor: “Quando eu era mais jovem, eu estava com um cara assistindo a um filme em sua casa, no sofá. Eu pensei que seria uma ideia sexy fazer sexo oral nele debaixo do cobertor, mas rapidamente tudo se transformou em uma confusão quente e suada. Entrei em pânico e me sentia presa com um pênis na minha cara” -Carrie P., 31 anos.

Vimos em vix

Falando sobre isso

Leave a Reply