5 anormalidades na sua menstruação que podem indicar doenças

Você convive com ela há anos, desde o começo da adolescência, mas ainda assim ela desperta dúvidas comuns que podem te deixar aflita e cheia de receios: a menstruação. Por sofrer diversas alterações ao longo do tempo, é natural que o ciclo menstrual apresente mudanças que podem, inclusive, dar sinais de que sua região íntima não está saudável. Confira 5 anormalidades na sua menstruação que podem indicar doenças:

1. Menstruação prolongada: Se sua menstruação ultrapassar oito dias, ela já recebe o nome de hipermenorreia, condição que provoca perda excessiva de sangue e pode causar anemia. As causas da menstruação longa demais podem variar de descontrole hormonal a doenças no útero. Consultar um ginecologista é essencial caso ocorra essa alteração.

Conheça indícios de que sua menstruação não está normal

Conheça indícios de que sua menstruação não está normal

2. Corrimento: Se você nota um corrimento de coloração marrom que dura muitos dias após a menstruação, durante uma semana, por exemplo, pode ser indício de que exista algum problema na sua região íntima e um médico deve ser consultado para identificar possíveis causas e tratamentos adequados para a condição.

3. Odor forte: Cheiro desagradável e intenso ou diferente do normal na menstruação pode ser indício de alguma infecção ou doença ginecológica.

4. Cólicas menstruais: Elas são normais e podem ocorrer de forma leve. No entanto, se chegam a ser tão intensas e persistentes a ponto de atrapalhar o seu dia a dia e você sente um aumento progressivo no incômodo a cada mês, pode ser sinal de endometriose.

5. Alteração no ciclo: Em média, o ciclo menstrual normal dura 28 dias. Se você nota alguma alteração muito grande no período, deve consultar um ginecologista. Através de exames, poderá descobrir a causa do problema, que pode ser desde a síndrome dos ovários policísticos, até doenças na tireoide, pólipos endometriais e miomas, entre outros males.

Vimos em Bolsa de Mulher

Falando sobre isso

Leave a Reply