8 coisas sobre seu bumbum que, se você descobrir, poderá deixá-lo empinado e durinho

O bumbum é uma “obsessão” de grande parte das mulheres brasileiras, que sonham deixá-lo empinado, durinho e tonificado. Para alcançar esse e outros objetivos, nada melhor do que saber o máximo possível sobre os glúteos. A revista Women’s Health dos Estados Unidos fez uma lista com fatos que você provavelmente não sabe sobre seu bumbum.

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

1 / 8
1. Glúteo máximo: foco nele. É a parte responsável por constituir a maior parte da forma e do tamanho do seu bumbum. Para trabalhá-lo, invista em agachamento, agachamento unilateral (com uma perna só), afundo, stiff e leg press.
THINKSTOCK

2 / 8
2. Você está constantemente usando seus glúteos. Eles são um dos celeiros de energia do corpo: você os usa o tempo inteiro. Eles ajudam a estabilizar o corpo quando você levanta e auxiliam no equilíbrio de um modo geral. Então, quando seus glúteos são fortes, qualquer atividade que você faça é positivamente impactada.
THINKSTOCK

3 / 8
3. Eles são grandes. Os glúteos são um dos maiores grupos musculares que temos e isso significa que, quando eles são recrutados, queimam mais  calorias do que outros músculos.
THINKSTOCK

4 / 8
4. Um “bumbum fraco” pode dar origem a lesões. Outros músculos, como os da coxa, ou mesmo tendões e ligamentos do joelho ou do tornozelo podem “pagar o pato” e serem sobrecarregados se seus glúteos não estiverem fortalecidos.
THINKSTOCK
THINKSTOCK

5 / 8
5. Você deve malhá-los de duas a três vezes por semana. Pode acreditar: eles aguentam, justamente por serem um grupo muscular bastante grande
THINKSTOCK

6 / 8
6. Dá SIM para aumentar o bumbum com musculação. O tipo de fibra muscular que compõe os glúteos é capaz de ficar maior – basta estimulá-los da maneira correta e ter uma dieta apropriada. Normalmente, o recomendado é que se faça treinos intensos e que haja ingestão de proteínas e carboidratos de boa qualidade.
THINKSTOCK

7 / 8
7. Seu bumbum prefere exercícios livres, sem máquinas. Exercícios como agachamento, afundo ou stiff, por exemplo, além de funcionais que utilizam o peso do próprio corpo, são mais eficazes para fortalecer um maior número de camadas musculares dos glúteos.
THINKSTOCK

8 / 8
8. Concentrar-se durante os exercícios é essencial. Contrair os glúteos durante os exercícios faz com que o músculo seja ativado em seu máximo potencial. Mentalize como você sente o músculo e tente projetar essa sensação em cada vez que você exercitar o bumbum. Isso melhora a capacidade do músculo de uma maneira geral, deixando-o mais rígido e tonificado.
vimos em:bolsademulher

Falando sobre isso

Leave a Reply