9 dancinhas bizarras que você fez nos anos 90 e talvez nem se lembre

Melhor se você não se lembrar, aliás. Tem coisas que a gente fez no passado que devem permanecer enterradas por lá. Mas, brincadeiras e vergonhas à parte, o fato é que os anos 90 foram recheados de sucessos bizarros que eram acompanhados decoreografias e dancinhas que, na maioria das vezes, não faziam o menor sentido. O pior de tudo? Ninguém resistia ficar parado quando elas tocavam.

Danças inesquecíveis dos anos 90

REPRODUÇÃO

1 / 9
“Chorando se foi”, dançando lambada pra sempre ao som da banda Kaoma naqueles tempos.
REPRODUÇÃO

2 / 9
Macarena, da dupla espanhola Los Del Río, estourou mundialmente em meados dos anos 1990 e até hoje costuma agitar fins de festas (principalmente aquelas em família).
REPRODUÇÃO

3 / 9
Se segurar o tchan já era demais, tudo ficava ainda mais estranho quando se começava a dançar “Na Boquinha da Garrafa”, do grupo É o Tchan!
REPRODUÇÃO

4 / 9
“Todos os dedos, aonde estão?” A musiquinha pegajosa da Eliana era exibida todas as manhãs de 1993.
REPRODUÇÃO

5 / 9
O grupo Asa de Águia teve alguns sucessos instantâneos como Xô, Satanás. Mas a dancinha triste mesmo era a “Dança da Manivela” de 1998.
REPRODUÇÃO

6 / 9
“Mão na cabeça, nariz pra frente, olho vesgo e boca sem dente”, era a Dança do ET – e do Rodolfo, também de 1998.
REPRODUÇÃO

7 / 9
Erguei as Mãos, do padre Marcelo Rossi, do CD Músicas para Louvar ao Senhor conquistou 3 discos de diamante, e mais de 3 milhões de cópias vendidas.
REPRODUÇÃO

8 / 9
Vai dizer que você nunca sacudiu os braços descendo até o chão e chantando: “Bate forte o tambor, eu quero é tique tique tique tique tá”. Carrapicho fez muita gente se balançar na década de 90
REPRODUÇÃO

9 / 9
“Bom xibom xibom bombom, parãparã” – inesquecível o hit de As Meninas

Falando sobre isso

Leave a Reply