A emoção do primeiro salto em um “Base Jump!” de um jovem tetraplégico

O Projeto Airtime é uma organização sem fins lucrativos com sede em Draper, Utah. Eles tem o seguinte lema. Estamos todos voando. E quando dizem todos, eles realmente querem dizer isso. Sem exclusões.

De indivíduos com necessidades especiais até aqueles com lesões cerebrais e lesões na medula espinhal. Indivíduos que têm alguma doença crônica, bem como os idosos, mulheres grávidas, todos.

screenshot_5

Bora Temito
screenshot_6

Eles chamam esses corajosos de co-pilotos e entendem que todos eles têm a mesma coisa em comum: Querem voar!

screenshot_4

screenshot_2

No vídeo abaixo você verá o desafio aceito por um jovem tetraplégico que confessa: “Com a ajuda do Projeto Airtime, depois de 10 anos sonhando com este momento, eu finalmente fiz o meu primeiro salto (base jump)”.

Ele saltou da Ponte Perrine localizada na cidade de Twin Falls, estado do Idaho. No início dos anos 90, o bungee jumping e o pára-quedas nessa ponte ganharam popularidade, mas ainda era contra a lei e somente no final da década, o base jumping tornou-se legal. O vão dessa ponte é de 300m e a altura mais de 150 m. Curtam, é muita adrenalina!

 

 

 

Este é um site de noticias, curiosidades e tratamentos, ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Falando sobre isso

Leave a Reply