Abandonaram esta pônei durante um terrível furacão. Hoje ela é uma sobrevivente orgulhosa!

Molly é uma égua grisalha que foi abandonada por seu donos quando o furacão Katrina açoitou o sul da Louisiana. Ela passou semanas sozinha antes de ser resgatada e levada a uma fazenda com outros animais.

Estando lá, Molly foi atacada por um pit bull e quase morreu. Sua pata dianteira direita infeccionou, mas o veterinário de assistência social não pôde fazer muito por ela.

Mas, depois, o cirurgião Rustin Moore conheceu Molly e sua sorte mudou. Ele viu como a égua evitava se deitar e protegia a sua perna lesionada. Ela sobrecarregava o seu peso constantemente na outra perna. Molly era uma égua muito inteligente e com um grande senso de sobrevivência.

inspire21.com

O doutor Moore decidiu amputar sua perna desde o joelho, e então construíram uma extremidade temporária. Molly saiu da clínica e aí é onde a história realmente começa. A adorável pônei parecia se dar conta do que acontecia e resistiu muito bem à dor e ao sofrimento. O que mais lhe ajudou foi ter um proprietário que se preocupava com ela. A história de Molly se torna uma parábola da vida depois do Katrina na Louisiana.

inspire21.com

A pequena potra aumentou de peso e sua crina estava brilhosa e com muito esplendor. Um desenhista de próteses humanas construiu uma nova perna para ela. Seu veterinário explica que a partir desse momento Molly realmente mudou. Ela se encheu de vida e sua vontade de seguir adiante aumentou.

inspire21.com

O mais importante de tudo é que Molly agora tem um trabalho. Kay, o proprietário da fazenda de resgate, começou a levar Molly à albergue, hospitais, lares de idosos, centros de reabilitação e outras instituições para oferecer esperança a pessoas.

inspire21.com

Onde quer que vá, Molly é uma sobrevivente do furacão e inspira a milhares de pessoas. Em todos os lugares que visita, ela sempre deixa muitos sorrisos e corações cheios de ternura.

Este é um site de noticias,curiosidades e tratamentos,ele não substitui um especialista.Consulte sempre seu médico.

Falando sobre isso

Leave a Reply