AP teve 6 mil casos de malária; oito cidades registraram surto, diz MS

O Amapá teve mais de 6 mil casos confirmados de malária, no período de 1º de janeiro a 1º de setembro de 2015, segundo o Sistema de Informação de Vigilância Epidemiológica do Ministério da Saúde. De acordo com a instituição, 8 dos 16 municípios do estado registraram surto da doença.

As cidades de Calçoene, Cutias, Oiapoque, Pedra Branca do Amapari, Porto Grande,Pracuúba, Santana e Serra do Navio apresentaram aumento no registro de casos confirmados, informou a Coordenadoria de Vigilância em Saúde (CVS).

O município de Pedra Branca do Amapari liderou os índices de casos confirmados de malária, segundo a CVS, com 1.131 registros. Serra do Navio teve 970 casos positivos.

O chefe da divisão estadual de Vigilância Epidemiológica, Emanuel Bentes, disse que o Amapá é considerado pelo Ministério da Saúde como uma área endêmica de malária, por causa do número de casos. Segundo ele, a coordenadoria iniciou na quarta-feira (2) um plano estratégico para combater o surto da doença.

“O estado concentra 8% dos casos notificados em toda a Amazônia Legal. O que se observa é que a atuação municipal está restrita cada vez mais para a assistência, diagnóstico e o tratamento. Por isso é preciso intensificar o serviço de vigilância e prevenção, para evitar o aumento nos casos”, explicou Bentes.

O plano objetiva elaborar e executar um planejamento estratégico de ações emergenciais, visando a imediata quebra da cadeia de transmissão da doença e seu efetivo controle, reduzindo a ocorrência dos números de casos positivos.

vimos em:g1.globo.com

Falando sobre isso

Leave a Reply