Após preconceito da produtora, Simone e Simaria são obrigadas a pagar indenização a casal gay

Há alguns meses, a dupla Simone e Simaria gostou da história do casal Pedro Bezerra e Renato Oliveira, que se conheceram em 2014, durante um show da dupla em Caruaru. Elas então entraram em contato para oferecer duas entradas VIP para uma apresentação em Gravatá, com acesso ao camarim.

Mas ao chegarem no local, os dois foram barrados na entrada. Eles moram em Recife e viajaram até o local, mas foram impedidos de entrar. Na época, Pedro disse ao site Viver: “Deixamos de trabalhar, viajamos, gastamos com a viagem e tivemos que voltar de carro durante a madrugada. Achei uma falta de respeito conosco”.

Agora, após moverem um processo contra elas, as duas foram condenadas a pagar R$ 3 mil em indenização.

O 3º Juizado Especial Cível e das Relações de Consumo do Recife promoveu a sentença depois de vários recursos da empresa Simone e Simaria Gravações e Edições Ltda, responsável por representar as artistas.

Resultado de imagem para simone e simaria escritório

O casal acionou a Justiça alegando danos morais, devido ao estresse, a frustração e os gastos com o deslocamento, pedindo R$ 10,700 mil no total. A advogada de Simone e Simaria alegou: “Como seria inadequado se qualquer frustração de nossas vidas cotidianas pudéssemos realizar a instauração de uma demanda judicial…”.

A 1ª Turma Cível do Colégio Recursal da Capital então julgou o processo a favor do casal, mas reduziu a indenização a apenas R$ 3 mil, por danos morais. “Eu não quero nem ouvir mais a voz dessas mulheres. É muito triste que éramos fãs, mas elas nos decepcionaram”, comentou Pedro depois do processo.

Vimos em meninadeargola.com.br

Falando sobre isso

Leave a Reply