As modalidades de dança que estão agitando as academias

Dançar – eis um jeito gostoso de perder peso, manter a forma e cuidar da saúde. A cada ano, surge um novo cardápio de estilos nas academias Brasil afora. Escolha o que mais combina com você.

O ballet fitness é o grande hit nas academias do eixo Rio-São Paulo. Inspirados no balé clássico – muitos exercícios usam a mesma barra de apoio das bailarinas – os movimentos fortalecem a musculatura e melhoram a postura e o equilíbrio. O gasto calórico, em 1 hora de aula, chega a 800 Kcal.

A zumba deu tão certo por aqui que não sai mais de cartaz. A atividade aeróbica é intensa – queimam-se até 1000 kcal em 1 hora. E a trilha sonora não deixa ninguém ficar parado, pois mistura hip-hop, rap, pop, ritmos africanos, salsa, merengue, flamenco e dança do ventre.

Nas aulas de batucalê, modalidade de raiz afro-brasileira, os alunos dançam em ritmo agitado e reproduzem até movimentos de luta. Mas não é só. Eles também fazem música – luvas acústicas, com chocalhos embutidos, funcionam como instrumentos de percussão.

Quem gosta de caminhar, mas acha a atividade monótona, precisa testar a walking dance. As aulas misturam dança sobre a esteira ergométrica e caminhadas dançantes. Os movimentos, geralmente de baixo impacto, são recomendados para iniciantes.

Coreografias das musas do pop, como Beyoncé, inspiraram o sh’bam. Na trilha sonora, vale um pouco de tudo, de salsa a hip-hop, passando por disco e samba. Os criadores do método prometem eliminar até 500 calorias em 45 minutos e garantem: não é preciso ser um dançarino habilidoso para se dar bem.

Vimos em http://m.mdemulher.abril.com.br

 

Falando sobre isso

Leave a Reply