Beber café muito quente pode causar câncer de esôfago: não é a bebida, é a temperatura

Chá e café são bebidas tradicionalmente tidas como saudáveis, mas um novo alerta, feito pela Organização Mundial da Saúde (OMS), indica que um erro ao consumi-los pode transformá-los em vilões e causar câncer de esôfago.

Bebidas que causam câncer de esôfago

Um novo relatório divulgado pela Agência Internacional para Pesquisa do Câncer, órgão da OMS para estudo da doença, classificou o consumo de bebidas muito quentes como provavelmente carcinogênico para seres humanos.

Isso quer dizer que existem fortes evidências científicas que apontam relação entre bebidas quentes e câncer – no caso, de esôfago -, mas esses dados ainda não são conclusivos a ponto de dizer que a ligação é comprovada.

O esôfago acaba sofrendo queimaduras em consequência da ingestão de bebidas quentes

A agência chegou a essa conclusão depois de uma análise realizada por um grupo internacional composto por 23 cientistas chegar à conclusão de que chá, café, mate e outras bebidas quentes estão relacionadas à doença.

Essas bebidas causariam queimaduras no esôfago, uma das partes iniciais do tubo digestivo, onde, em contato com o corpo, o líquido começaria a ter sua temperatura regulada. A longo prazo, essas lesões poderiam dar origem a um câncer.

A instituição informa também que não são as bebidas, perfeitamente seguras se consumidas mornas ou geladas, mas sim suas temperaturas que estão relacionadas com o prejuízo.

Qual temperatura é segura?

De acordo com o estudo, bebidas com temperaturas superiores a 65 graus Celsius podem causar o câncer de esôfago. Normalmente, cafés e chás que são percebidos como “muito quentes” têm temperatura superior a 65 graus Celsius.

Vimos em bolsademulher

Falando sobre isso

Leave a Reply