Campanha pede libertação de pai que matou estuprador da filha

Uma campanha on-line foi criada para pedir a libertação do norte-americano Jay Maynor, de 43 anos, condenado a 40 anos de prisão após matar o homem que estuprou sua filha diversas vezes quando ela era criança. Milhares de pessoas assinaram a petição, que luta contra a sentença determinada em novembro de 2016.

Maynor assassinou a tiros Raymond Earl Brooks em 2014, quando ele tinha 59 anos. O homem foi avô adotivo da garota, hoje com 24 anos e mãe de três crianças. Em 2002, Brooks já havia sido sentenciado a cinco anos de prisão pelo estupro.

Jay Maynor foi condenado a 40 anos de prisão em novembro de 2016

De acordo com o jornal “O Globo”, familiares afirmaram que o americano decidiu matar o criminoso porque a ida aos julgamentos sobre o abuso sexual despertava experiências traumáticas na filha.

“Ele tomou essa decisão para que eu não tivesse que viver novamente o assédio e também ficar na frente de várias pessoas falando sobre isso e trazendo de volta memórias do abuso”, falou a filha de Maynor ao site AL.com na época da sentença.

A campanha, publicada no site Change.org, pede que o presidente Barack Obama e o governador do estado do Alabama intervenham no caso.

Este é um site de noticias,curiosidades e tratamentos,ele não substitui um especialista.Consulte sempre seu médico.

Falando sobre isso

Leave a Reply