Câncer de mama é mais agressivo em jovens: quem pode ter? Como acontece?

ncer de mama é caraterizado pela proliferação de células tumorais na mama. Estimulado a partir do tempo em que as células ficam sob efeito da produção hormonal, a doença pode ser mais grave e difícil de ser tratada quando aparece em jovens.

Causas do câncer de mama

Embora seja influenciada por fatores externos, como reposição hormonal e intervalo entre menstruação e menopausa, a maior causa do câncer de mama é a predisposição genética.

As chances de cura da doença, quando descoberta no início, também são altas. No entanto, o oncologista clínico e diretor do Instituto Paulista de Cancerologia (IPC) Hezio Jadir Fernandes Junior alerta para o quadro em mulheres jovens.

Câncer de mama em mulheres jovens

Doença que atinge o gênero feminino mais comumente a partir dos 50 anos, próximo da menopausa, o câncer de mama, quando acomete mulheres mais novas pode ser mais grave e agressivo. “Como é comum em mulheres mais velhas, quando a doença aparece em jovens mostra uma alteração genética importante. Então, geralmente são quadros mais graves, mais avançados e com potencial de malignidade maior”, conta o especialista.

Segundo Hezio, é da biologia da célula tumoral ser mais resistente e agressivo quanto mais cedo aparecer. “É como se para aparecer mais cedo, essa célula precisasse ser muito mais forte”, exemplifica.

Prevenção

Autoexame é essencial para prevenção

Para prevenir o câncer de mama, o oncologista afirma que o mais importante é realizar autoexame preventivo, que deve ser feito no meio do ciclo menstrual, próximo da data de ovulação, período em que as mamas não estão inchadas, turgidas ou doloridas. “Ao notar qualquer alteração – nódulo, caroço ou inchaço – a mulher deve relatar os sintomas para um médico”, orienta.

Além disso, mulheres que tem casos familiares próximos podem buscar profissionais geneticistas. “Os especialistas podem fazer testes genéticos e, a partir do resultado, prescrever tratamentos preventivos, como a retirada parcial da mama”, diz. O médico alerta, no entanto, que essas são medidas extremas e recomendadas para casos específicos e raros.

Tratamento

Embora seja mais agressivo, o câncer de mama em jovens é tratado da mesma maneira que em mulheres de idade avançada. “O rápido prognóstico está relacionado com as chances de sucesso do tratamento. Uma vez cuidando cedo, as chances de cura são bastante elevadas”, finaliza o especialista.

vimos em:bolsademulherhttp://www.bolsademulher.com/saude

Falando sobre isso

Leave a Reply