Chia pode prevenir câncer, diabetes e Alzheimer, diz estudo

Um estudo divulgado pelo Departamento de Alimentos e Nutrição da Unicamp, em Campinas (SP), aponta que o consumo regular da chia, como semente ou óleo, pode ajudar no combate ao câncer, Alzheimer, diabetes, entre outras doenças.

Os pesquisadores afirmam que essa é a primeira descoberta sobre o poder antioxidante do alimento, capaz de retardar o envelhecimento das células, e sobre sua atuação na redução da quantidade de açúcar no sangue.

Os testes do estudo duraram quatro anos. Por um período de seis meses, ratos magros e obesos receberam ração misturada com semente e óleo de chia. Foi observado que tanto o consumo da semente quanto do óleo de chia apresentavam um efeito anti-inflamatório, reduzindo o colesterol em torno de 30% a 40% e aumentando a concentração de ômega 3.

Além disso, foram encontrados os efeitos da chia na redução da quantidade de açúcar no sangue, na prevenção de doenças cardiovasculares, diabetes tipos 1 e 2, na redução da incidência de mal de Alzheimer e de câncer. O seu poder de diminuir os radicais-livres está diretamente ligado à prevenção de diversas doenças.

Para aproveitar os benefícios dessa poderosa semente, os especialistas afirmam que é necessário o consumo de duas colheres de sopa de chia diariamente. Também é possível sentir os efeitos do alimento com o uso do óleo no preparo das refeições.

Chia também ajuda a emagrecer

Um dos motivos que fazem da chia uma grande aliada na perda de peso está na sensação de saciedade que a semente proporciona. Suas fibras têm a capacidade de absorver muita água, transformando-se em uma espécie de gel. É só fazer o teste, deixando uma porção de molho num copo para perceber a semente inchando em pouco tempo. Quando é ingerida, a reação é semelhante. Em contato com os sucos gástricos, suas fibras se transformam nesse gel, que aumentam a dilatação do estômago. É esse mecanismo um dos fatores que favorecem a saciedade e, consequentemente, acarreta um menor consumo de alimentos.

Além disso, o consumo regular de chia pode ser benéfico para evitar a formação de gordura localizada, outra grande inimiga de quem luta contra os ponteiros da balança. Um estudo publicado no European Journal of Clinical Nutrition validou uma pesquisa em que onze indivíduos saudáveis consumiram a semente por 12 semanas e obtiveram redução na glicemia após a refeição, ou seja, não houve picos de insulina no sangue, sendo assim, a glicose foi liberada lentamente no organismo. Tal processo evita que a gordura seja acumulada e, por consequência, afasta o excesso de peso. Os participantes do estudo também relataram diminuição do apetite até 120 minutos após o consumo da refeição, diferentemente dos indivíduos que não consumiram a chia, mostrando assim seu efeito no aumento da saciedade.

Este é um site de noticias,curiosidades e tratamentos,ele não substitui um especialista.Consulte sempre seu médico.

Falando sobre isso

Leave a Reply