Cientistas afirmam que as mulheres usam mais o cérebro e, por isso, deveriam dormir mais

Quantas vezes você, leitora, fez uma lista na sua cabeça de coisas para resolver? E quantas vezes você organizou a agenda enquanto preparava o café? Ou resolveu problemas familiares no telefone enquanto colocava a mesa? Um estudo que explica não apenas a capacidade da mulher de fazer e pensar em um monte de coisas ao mesmo tempo, como conclui que, por isso, elas deveriam dormir um pouco mais.

Um estudo realizado pela Universidade de Loughborough, no Reino Unido, estabeleceu que quanto mais uma pessoa usa o cérebro durante o dia, mais horas de sono ela precisa para se recuperar.

A pesquisa mostrou que o cérebro feminino funciona de forma mais complexa, ou seja, tem funcionalidades extras, pois as mulheres realizam diferentes tarefas alternadamente com o seu trabalho (para não dizer ao mesmo tempo). Cuidar dos filhos, resolver os problemas domésticos, arrumar e limpar a casa, ir ao supermercado, pagar os diferentes tipos de serviços, cuidar da alimentação, etc. E, enfim, o maior número de tarefas demanda mais horas de sono.

Jim Horne, idealizador da pesquisa, explica: “Quanto mais uma pessoa usa o cérebro durante o dia — e esse é o caso das mulheres, mais propensas a realizar várias tarefas e a ter vários pensamentos ao mesmo tempo -, mais horas de sono ela precisa para se recuperar”.

Uma das principais funções do sono é permitir ao cérebro a recuperação e o reparo. O fato de que o cérebro das mulheres funciona de uma forma mais complexa faz com que ele precise de mais tempo para alcançar este estágio. Elas precisam apenas de 20 minutos a mais do que os homens para acordar renovadas.

Em média, uma pessoa precisa dormir de 6 a 8 horas para eliminar o cansaço e esquecer as atividades realizadas durante o dia.

Por outro lado, o estudo também conseguiu detectar que, à medida que as horas vão passando durante a noite, o sono das mulheres vai ficando mais leve, o que facilita que os ruídos da casa, como o choro de uma criança ou um alarme, as acordem com mais facilidade do que aos homens.

Ficou comprovado que descansar pouco causa efeitos mais maléficos na saúde das mulheres que na dos homens. Isso pode levar a problemas cardiovasculares, diabetes, depressão, estresse ou ansiedade.

O estudo chegou à conclusão de que, com 20 minutos a mais de sono/bom descanso, a mulher consegue repor as energias. Obviamente que, além dos 20 minutos, o ideal seria que os homens ajudassem as mulheres a resolver os problemas da casa. A divisão de tarefas é o mínimo que se espera hoje em dia. Desta forma, talvez nem os 20 minutos fossem necessários.

De qualquer forma, atrase 20 minutos no seu relógio. A ciência que recomendou!

Vimos em incrível.club

Falando sobre isso

Leave a Reply