Claudia Leitte é acusada de racismo em post nas redes sociais

A cantora Claudia Leitte publicou uma foto na noite de terça-feira (29) em homenagem ao aniversário de Salvador, na Bahia.

Na legenda da imagem, ela escreveu: “Africana da Alemanha, Negalora do Pelô, Nasci em São Gonçalo e… com 5 dias de vida fui morar em Salvador. Hoje eu vivo pelos céus e estradas, mas essa terra continua sendo o lugar que chamo MEU LAR. Obrigada, Deus, por me plantar nessa cidade e me regar com tanta baianidade!‪#‎FelizAniversárioSalvador‬”.

Nos comentários, os internautas se irritaram com o fato da cantora se intitular “Negalora do Pelô” e “Africana da Alemanha”. “Pare com essa palhaçada de querer se apropriar, ser negro não é moda. É resistência”, escreveu um seguidor. Confira outros comentários:

Nem africana, nem negra. Tá mais pra branca apropriadora. Reconhece tua cor e teus privilégios.É bonito ou moda, ser negra~~ desde que não esteja na pele de um negro. É muito fácil ser negra~~ quando seu cabelo nunca foi taxado de bombril ou sujo (por ser liso e louro tal como o padrão de beleza sempre impôs)
ser negra~~ desde que isso não interfira em seus privilégios como branca. Ser ‘africana’ na Alemanha, quando não se está na pele de um negro que sempre foi malvisto inclusive por alemães. Fia se oriente.Não to conseguindo encontrar COERÊNCIA EM “AFRICANA DA ALEMANHA” Ham? 
Consigo imaginar Nelson Mandela olhando pra cá e dizendo: “Sai daí! Não fiquei 27 anos preso pra isso! Você já senta no banco da frente do ônibus!”Nem africana e nem negra, nem venha roubar nossa cultura. Já basta de se beneficiar do racismo brasileiro, de ser uma cantora BRANCA, SIM, VOCÊ É BRANCA, com sucesso no ESTADO MAIS NEGRO DO PAÍS, que por sinal, dá muito mais visibilidade pra artistas brancos.

Vimos em Catraca Livre

Falando sobre isso

Leave a Reply