Cleo Pires sofre crise de ansiedade antes de embarcar: o que é? Tem como evitar?

Cleo Pires teve uma crise de ansiedade antes de embarcar em um voo de Miami, nos Estados Unidos, com destino ao Rio de Janeiro no início da semana passada.

De acordo com as informações da assessoria de imprensa da atriz, que está no ar na novela “Haja Coração”, da TV Globo, ela já voltou a gravar e está fazendo acompanhamento médico.

Para o jornal Extra, a representante da artista informou que ela embarcou dois dias depois da data prevista, se submeteu a alguns exames, que não acusaram nada. Ainda nos Estados Unidos, Cleo recebeu atendimento e foi medicada.

Crise de ansiedade

De volta ao Rj e direto pra externa! ??⚡️??/ Back to Rio and straight to shooting

A photo posted by Cleo Pires. Atriz/Actress (@cleopires_oficial) on

 

O psicólogo Nicodemos Borges explica que crises de ansiedade costumam aparecer quando as pessoas se sentem mais vulneráveis, ou seja, estão passando por um momento difícil ou estão mais sensíveis por inúmeros motivos como, por exemplo, problemas pessoais, no trabalho, discussões, noites mal dormidas e preocupações diversas.

“A pessoa começa a ficar preocupada com coisas que nem percebia. É normal termos microalterações no dia, mas na crise a pessoa percebe as mudanças e tenta insistentemente controlá-las. Ela acaba entrando em um modo de desregulação”, explica o psicólogo.

De acordo com Borges, quando a pessoa entra em crise, é difícil conseguir se acalmar sozinha, pois até mesmo as alterações físicas do corpo são complexas. Por exemplo: ao tentar controlar a respiração, esse esforço pode fazer com que a pessoa se sinta ofegante, com aumento da pressão arterial e dos batimentos cardíacos, gerando ainda mais mal-estar.

Segundo o psicólogo, a diferença da crise de ansiedade para a crise de pânico está especialmente na intensidade, sendo que a de ansiedade é mais leve.

Como evitar?

Para que isso não aconteça, o psicólogo afirma que é importante continuar fazendo o que estiver quando os primeiros sintomas começarem a aparecer. “As mudanças no corpo acontecem o tempo topo, não é sinal de problema, se preocupar com elas, pensar que algo de errado está acontecendo, intensifica o processo. Se sentir algo, continue fazendo o que está fazendo. Se for algo importante, os sintomas vão persistir e em grande intensidade”, comenta ao explicar que a melhor coisa a ser feita é dar continuidade à rotina.

Sintomas

Os principais sintomas da crise de ansiedade são palpitação, respiração ofegante, pressão arterial alta, falta de ar, dor no peito e angústia. Em casos mais extremos, como em uma crise de pânico, estes sintomas geram um mal-estar tão grande que a sensação é de que podemos morrer.

Como tratar?

A melhor forma de tratar as crises de ansiedade é buscando manter o equilíbrio e, consequentemente, ter uma vida menos vulnerável. Por isso, o ideal é que pessoas muito ansiosas façam terapia para lidar com a ansiedade, exercícios físicos e tenham uma boa alimentação para controlar o estresse. Em alguns casos e situações, medicamentos são receitados.

Quando não é tratada, a tendência é que a crise de ansiedade se repita com mais frequência, aumentando a possibilidade de lugares que possam despertar o problema. Além disso, a crise pode se repetir toda vez que o indivíduo se vê em uma situação semelhante, por exemplo, se foi antes de embarcar, ela pode ocorrer novamente em locais fechados, cheios de gente, estabelecimentos sem janelas e assim por diante.

Vimos em vix

Falando sobre isso

Leave a Reply