Comida confortável: o que é e 10 pratos que provavelmente vão fazer você se animar

Você já ouviu falar em “comfort food” ou comida confortável? É aquela comida que promove algum tipo de valor nostálgico e sentimental, aquela que te faz lembrar alguma momento gostoso da vida, família ou amigos. O termo surgiu nos Estados Unidos em 1966, quando uma reportagem do jornal Palm Beach Post se referiu a esse tipo de preparo dos alimentos quando as pessoas estão doentes ou chateadas e buscam refúgio em certos pratos que remontam a essas memórias, pois assim se sentem confortáveis.

O conforto da “comfort food”

Existem pesquisas que associam, inclusive, alguns hormônios às preferências por certos tipos de alimentos. Homens preferem os salgados mais calóricos, como carnes, caldos e sopas, enquanto as mulheres preferem doces e sorvetes. Em contrapartida, os homens mais jovens preferem mais os salgados se comparados com idosos com 55 anos ou mais. Os estudos também revelam que o consumo de comida confortável pode estar associado ao sentimentos de culpa ou arrependimento, e o refúgio na comida seria uma forma de não se sentir tão mal por determinadas atitudes.

Outros estudos também afirmam que o consumo de comida confortável é engatilhado por sentimentos negativos em mulheres e por sentimentos positivos em homens. Ou seja, se uma mulher está triste, ela come. Se um homem está feliz, ele come.

Nos Estados Unidos, as comidas confortáveis mais comuns são:

  • torta de maçã
  • Chilii
  • sopa de frango
  • macarrão com queijo
  • hambúrgueres
  • frango frito
  • pizza
  • purê de batata

No Brasil, há quem sugira:

  • pão de queijo
  • biju
  • cuscuz
  • polenta
  • quindim
  • feijoada
  • pinhão
  • brigadeiro
  • pudim de leite
  • pipoca doce

Vimos em bolsademulher

Falando sobre isso

Leave a Reply