Como seus óvulos e os espermas dele mudam aos 20, 30 e 40 anos

Pode parecer que a natureza é bastante injusta com a mulher quando o assunto é fertilidade. Afinal, depois dos 45 anos, mesmo com o avanço da medicina, as chances de uma gravidez costumam ser mais raras e até mesmo mais complicadas para a saúde da mãe e do bebê. Os homens não possuem um “prazo de validade” para os espermatozoides, mas isso não quer dizer que o sistema reprodutivo deles não sofre alterações ao longo dos anos. Entenda como seus óvulos e os espermas dele mudam aos 20, 30 e 40 anos:

Entenda como funcionam os relógios biológicos de cada sexo

Entre 20 e 24 anos

Mulheres: nesta idade, dos cerca de 1,5 bilhão de óvulos com os quais a mulher nasce, apenas uma média de 150 mil restaram.
Homens: os espermas dele possuem cerca de três meses, o período necessário para o amadurecimento.

Entre 25 e 29 anos

Mulheres: já existe uma diminuição da fertilidade, mas as chances de engravidar ainda são altas, com cerca de 75% ao ano.
Homens: a exposição a drogas, tabagismo e bebidas alcóolicas reduzem a quantidade e a qualidade dos espermas.

Entre 30 e 34 anos

Mulheres: já é percebida diminuição da quantidade de óvulos em relação aos 20 e poucos anos. A perda de óvulos chega a 1 mil por ciclo menstrual.
Homens: não existe alteração em relação aos últimos 5 anos.

Como seus óvulos e os espermas dele mudam aos 20, 30 e 40 anos

Entre 35 e 39 anos

Mulheres: além do aumento das chances de abortos espontâneos, existe ainda maior probabilidade de óvulos com problemas de cromossomos.
Homens: neste período, aumentam a quantidade de espermatozoides com anormalidades. Os riscos são maiores de bebês autistas ou com esquizofrenia.

Entre 40 e 44 anos

 Mulheres: as chances de gerar um bebê com Síndrome de Down aumentam para 1 a cada 100.
Homens: a dificuldade em engravidar a parceira aumenta a partir deste período.

A partir dos 45 anos

Mulheres: poucas mulheres conseguem engravidar normalmente a partir desta idade. Além disso, as chances de gerar um bebê com Síndrome de Down sobem para 1 a cada 30.
Homens: doenças e problemas hormonais diminuem as chances de fertilidade masculina.

Vimos em Bolsa de Mulher

Falando sobre isso

Leave a Reply