Consome gengibre e não emagrece? Você está fazendo errado: veja razão e dicas

Quem está iniciando um processo de perda de peso e procurou indicações de um profissional da saúde e reuniu informações sobre alimentação saudável certamente já se deparou diversas vezes com dicas de como emagrecer com gengibre.

Bastante comum nos preparos de quem faz dieta, o alimento termogênico, ou seja, capaz de acelerar o metabolismo e promover queima mais rápida de gordura, ainda é associado a receitas para combater gripes e enjoos, já que é um dos melhores anti-inflamatórios naturais que existem.

Mas se você há algum tempo já incluiu o gengibre no menu e ainda não conseguiu emagrecer, pode estar fazendo uso errado do alimento. Se você utiliza o gengibre em pó, disponível em marcados em embalagens fracionadas, precisa conhecer bem a procedência do alimento, assim como seu armazenamento, para não acabar ingerindo uma preparação ineficiente.

O gengibre tampouco trará resultados se você consumir apenas de vez em quando. O indicado para obter todos os benefícios é ingerir a raiz diariamente, mas sem exageros, entre 2g e 4g por dia, o equivalente a 1 colher de café do pó ou uma fatia média do alimento in natura.

Como consumir gengibre para emagrecer

Bastante versátil, a raiz pode aparecer em diversas preparações e ser consumida em forma de chá, na água com limão, em pratos doces e salgado, sucos diferenciados, na pipoca ou mesmo mastigando o alimento como uma bala ou chiclete.

Vale lembrar, no entanto, que apesar de saudável o gengibre, como todo alimento termogênico, deve ser evitado por quem sofre de hipertireoidismo, crianças, pessoas com enxaqueca, úlcera e alergias. Pesquisadores ainda não chegaram a uma conclusão única sobre a segurança do consumo de gengibre por gestantes, mas alguns médicos costumam vetar a raiz durante a gravidez, mesmo ela sendo conhecida por combater enjoos típicos no período.

Vimos em http://www.bolsademulher.com/

Falando sobre isso

Leave a Reply