Cuidados com as partes íntimas: O QUE NÃO FAZER depois do SEXO;

Hábitos simples, como tentar limpar a região íntima após a relação podem ser prejudiciais. Veja o que você deve evitar nesse momento

Depois do ato você provavelmente vai se sentir feliz e relaxada e com vontade de ficar deitada na cama por mais tempo. Tem quem prefira ir logo tomar banho. Mas se não tomar os devidos cuidados, alguns desses hábitos podem fazer mal para a saúde de suas partes íntimas.
A revista americana Women’s Health consultou um especialista, a ginecologista Leslie Page, para descobrir o que pode ser prejudicial às partes íntimas depois da relação. Ela explica que durante o ato, a “periquita” produz lubrificação e não se pode esquecer que a região é “esfregada”, por isso ela fica mais sensível e pede cuidados especiais. Veja o que não é indicado fazer após uma relação:

Esquecer de fazer xixi

Quando há os contatos dos órgãos feminino e masculino, algumas bactérias podem ficar na região e serem “empurradas” para a “periquita”, o que pode causar infecção urinária. Por isso é necessário fazer xixi depois do ato, mas fique calma, a ginecologista esclarece que não precisa ser logo após o ato: “Você pode ter um tempinho para ficar na cama com o amado, mas esvazie sua bexiga em no máximo uma hora após a relação

Lavar as partes íntimas com sabonete

Ir tomar um banho logo após a diversão com o parceiro parece ser o mais correto e higiênico a se fazer, mas tome cuidado com isso. Leslie explica que lavar a região íntima com sabonete logo após, além de desnecessário, pode ser prejudicial: “Usar sabonete nesse momento pode levar à irritação na “periquita” e ressecamento na área”. Isso acontece porque, segundo ela, a pele e mucosa reagem de forma diferente aos produtos químicos presentes no sabonete, por isso você pode até ter uma reação alérgica ao produto que sempre usa.
“A “periquita” é um órgão autolimpante e precisa ser tratada com muito, muito cuidado”, diz a especialista, “Se você não colocaria algo em sua boca, não deveria colocá-la dentro ou entorno de sua – periquita – ”. Por isso, se precisar tomar banho depois do ato, use apenas água.

Entrar em uma banheira quente

Uma banheira quentinha depois do ato pode parecer um ótimo lugar para relaxar, mas não para as partes íntimas. “Quando a vulva incha, em resposta aos estímulos, ela deixa a “periquita” mais exposta, o que representa uma maior chance de infecção”. Estar na banheira com o parceiro pode ser pior ainda. Leslie diz que assim, suas partes íntimas estão expostas às bactérias presentes na pele e traseiro do parceiro, e ficar na água por muito tempo reduz a eficiência da barreira contra micro-organismos da pele.

Usar lenços umedecidos

Lenços umedecidos industrializados podem ser outro vilão para a região íntima. Assim como os sabonetes, este tipo de produto pode causar irritações graças a composição que geralmente tem álcool, glicerina, perfumes e alguns óleos.
O melhor a ser usado, segundo a ginecologista, é o bom e velho papel higiênico e se desejar, com um pouco de água morna.

Dormir com lingerie

Se você decidiu apostar em uma lingerie super sexy para a ocasião, o ideal é tirá-la para dormir, se a peça não for de algodão. “Depois do ato, as partes íntimas tendem a estar úmidas e quentes graças à transpiração e outras secreções”, fala Leslie. Como as calcinhas sintéticas não deixam a pele respirar corretamente, você corre o risco de ter uma infecção por fungos se dormir com elas.

Este é um site de noticias,curiosidades e tratamentos,ele não substitui um especialista.Consulte sempre seu médico.

Falando sobre isso

Leave a Reply