Cuidou de sua namorada em coma por 8 meses, mas quando ela despertou, ela fez uma terrível confissão

A quintessência de um bom relacionamento é um cuidar do outro, em qualquer momento da vida. Ou pelo menos isso é o que se diz. Na alegria e na tristeza, na saúde e na doença. Porque a vida pode dar muitas voltas, por vezes, inesperadas e indesejadas. Nessas ocasiões verifica-se a força de vontade e a força do amor que une as duas pessoas. No início de um relacionamento, tudo são flores, mas chega um momento em que também começam a aparecer os espinhos. Por exemplo, quando uma pessoa tem uma doença grave, é vítima em um acidente ou qualquer outro problema que o destino coloca no caminho. As coisas acontecem e se tornam grandes testes para a pessoa que padece do problema e para seu parceiro, que muitas vezes tenta ajudar da melhor maneira, mas chega um ponto em que não pode fazer mais nada.

Nesses momentos de desespero, aprendemos a superar tudo o que outrora considerávamos acima do limite de nossas forças. Dessa maneira, poderíamos descrever a história que iremos contar a vocês hoje. Temos certeza que vocês vão adorar o início da história. Porém, não hesite em chegar ao fim, pois certamente ela vai deixá-los, no mínimo de, boca aberta.

Em setembro de 2014, o hospital Huanqiu admitiu uma moça chamada Lin Yingying. Ele tinha vários ferimentos e entrou em coma. O estado de Lin era tão ruim que muitas operações foram necessárias e 8 meses de tratamento intensivo, para que ela tivesse a possibilidade de sair do coma. A pessoa que assumiu os cuidado principais da garota foi Fenghe Liu, de 24 anos, o namorado de Lin e morador de Dalian, província de Liaoning. Quando ele viu que sua namorada havia ido parar no hospital, ele deixou tudo para cuidar dela. Ele gastou mais de 200 milhões de yuans (por volta de 70 mil reais) nos tratamentos necessários para Lin e parte desse dinheiro foram empréstimos necessários para cobrir despesas médicas.

Em janeiro de 2015, Liu decidiu levar Lin para sua casa para cuidar dela lá. Ele informou à mídia o seguinte: “Eu quero cuidar dela para o resto da sua vida. Mesmo que ela fique em uma cadeira de rodas, eu serei feliz.” Não é de se admirar que todos os meios de comunicação na China divulgaram uma imagem de Liu, a do namorado perfeito. No entanto, após alguns meses, a história deu uma guinada abrupta.

Os primeiros sinais estranhos apareceram quando Liu foi questionado sobre a origem dos ferimentos e do estado de sua namorada. O homem se negava peremptoriamente a responder. Aos médicos ele contou que a moça havia caído do quinto andar, pelo menos. Além disso, a família de Lin lembrou que, quando Liu levou-a para a casa dele, em janeiro, eles não tinham acesso algum à menina quando eles vinham visitar. Portanto, em fevereiro, eles decidiram levá-la para a casa deles, pelo bem da menina. Assim, se passaram outros três meses, até que finalmente Lin acordou do coma em que se encontrava e revelou algo completamente insólito. Ela admitiu que foi seu namorado, Liu, quem havia batido nela até deixá-la naquele estado que os médicos a encontraram!

À princípio, Lin não queria falar sobre o que tinha acontecido por medo da reação de seu namorado, mas seu pai lhe disse: “você já morreu uma vez, do que mais você tem medo? A hora de encarar a realidade chegou.” Depois disso, Lin começou a falar sobre o que realmente acontecera. A moça recordava que acidentalmente havia queimado uma partida de pão na padaria que ambos geriam e que Liu ficou tão irritado, que bateu com um rolo de pão na parte de trás da cabeça dela. Enquanto ela estava no chão, ele ouvia o seu namorado chamar os serviços de emergência.

Lin denunciou o namorado dela e a polícia está investigando o caso. Supostamente, não foi nem a primeira vez que uma coisa daquelas havia acontecido. Já haviam acontecido casos de violência entre eles no passado. Em uma das lutas, a menina acabou com tantos ferimentos que decidiu ir dormir em um hotel para esconder as marcas dos seus pais. O mais provável é que, depois do seu ataque de fúria, Liu percebeu que havia quase matado sua namorada e, em seguida, chamou a ambulância. Durante a estadia de Liu no hospital, ninguém poderia imaginar que Liu fosse o responsável por seu ferimentos, ao ver o quão cuidadoso e carinhoso que ele era com ela. Ninguém, tampouco, poderia suspeitar que Lin denunciasse o seu namorado, mas ela o fez.

Em primeiro lugar, esta história nos revela que as aparências enganam. Todos os meios de comunicação apresentaram Liu como um herói e como o homem perfeito para cuidar de sua namorada, mas a verdade acabou por ser completamente diferente e ninguém imaginava. Outra coisa que certamente vale a pena tirarmos dessa história é que a violência é algo muito sério de que algo não está em em ordem e devemos reagir e denunciar, caso contrário o problema (seja ele qual for) pode tornar-se cada vez mais grave, até se tornar um risco para a vida. 

 Este é um site de noticias,curiosidades e tratamentos,ele não substitui um especialista.Consulte sempre seu médico.

Falando sobre isso

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*