Depilação com cera pode manchar a pele e causar flacidez, dizem dermatologistas

As depilações com ceras quente e fria estão entre as técnicas mais usadas entre as mulheres porque o preço é acessível, a durabilidade é maior e pode ser feita até mesmo em casa, mas estão entre as menos indicadas pelos dermatologistas.

Depilação com cera

Malefícios da depilação com cera

 

Apesar de não existirem estudos que comprovem que as ceras causam flacidez, a dermatologista Lígia Colucci acredita que a longo prazo o rosto pode ficar flácido já que a região do buço é uma área muito sensível.

O dermatologista Abdo Salomão compartilha da mesma opinião. De acordo com o médico, a cera irrita e danifica a pele, principalmente em áreas mais sensíveis, como buço e região íntima.

Aparecimento de manchas

Depilação com cera pode causar manchas escuras na pele também

Além da vermelhidão comum após sessões de depilação, outro ponto negativo é que ao puxar a cera para arrancar os pelos, parte da melanina da pele se fragmenta e isso pode desencadear manchas escuras com o passar dos anos em áreas delicadas do corpo, como a virilha e rosto.

Lígia, inclusive, comenta que depilar o buço com cera quente pode propiciar o aparecimento de melasma (manchas escuras no rosto) em mulheres que já têm tendência.

Varizes nas perna

Além disso, mulheres que têm varizes devem fugir da cera quente, já que ela também provoca a vasodilatação (aumento dos vasos sanguíneos) da área depilada e isso acarreta na piora do aspecto das varizes.

Como substituir?

A dermatologista orienta substituir a cera quente por linha para depilar o rosto. Já Salomão, indica o uso de laser tanto no buço quanto na virilha por ser um tipo de depilação com poucos efeitos colaterais e também por ser definitivo.

“A grande vantagem do laser é que ele é definitivo na maioria das pessoas e não danifica a pele”, comenta o dermatologista.

Vimos em bolsademulher

Falando sobre isso

Leave a Reply