Desenhe este relógio e descubra se você pode ter uma dessas duas doenças

Você pode não saber, mas muitas desordens neurológicas de transtornos cognitivos como Parkinson e Alzheimer podem estar presentes no cérebro de uma pessoa muito antes de começarem a surtir um efeito reconhecível. No Alzheimer, por exemplo, as mudanças no cérebro podem chegar a ocorrer cerca de dez anos antes da percepção das alterações cognitivas.

 

Doenças graves e bastante complexas, Parkinson e Alzheimer podem ser diagnosticados de forma relativamente simples através de uma prova conhecida como “teste do relógio”. O exercício consiste em fazer o paciente desenhar um relógio que deve marcar determinada hora, além de copiar outro relógio já desenhado. Através do teste os médicos podem observar possíveis sintomas de deterioração no cérebro.

É preciso ressaltar, no entanto, que a avaliação de testes como este é subjetiva, já que não permite conclusões definitivas quando os sintomas ainda são leves. Com o objetivo de tornar a análise mais precisa, um grupo de cientistas do Instituto Tecnológico de Massachusetts (MIT), criou um software que detecta de forma automatizada e muito mais precisa essas alterações, garantindo um diagnóstico mais confiável a partir da realização do mesmo teste.

Além do programa de computador, que elimina a subjetividade do teste quando analisado por um humano, o estudo ainda utiliza uma caneta digital que ajuda a coletar as informações do desenho.

Segundo os pesquisadores, as desordens neurológicas se apresentam de maneiras diferentes quando é realizado o “teste do relógio”. No caso de pacientes com Parkinson, por exemplo, os doentes tendem a precisar de mais tempo para desenhar os relógios que, por sua vez, costumam ser menores, sugerindo um esforço maior para realizar a tarefa.

Vimos em http://www.bolsademulher.com

Falando sobre isso

Leave a Reply