Dieta de Paula Fernandes exclui glúten, açúcar, arroz, pão, sal e óleo

Paula Fernandes é séria. Quando ouve uma cantada exagerada, faz cara de poucos amigos e vira o rosto. Se o violão está um pouco desafinado, nega-se a subir ao palco. Tem gente que confunde isso com antipatia, revela a cantora, ressaltando que não é de oba-oba. Prefere sempre ficar na dela. Alguns hábitos impressionam. Acredite: não raro, após alguns shows, a mineira passa a madrugada exercitando o corpo, em casa.

— Não tenho tempo, né!? Se pudesse, malhava todo dia. Às vezes, volto de uma festa e vou treinar. O negócio é ser disciplinada. Se for para fazer malfeito, melhor nem fazer — conclui a artista de 31 anos, que usa halteres, barras, caneleiras e bolas na área externa de seu apartamento em Belo Horizonte.

paula-fernandes-de-biquini
A boa forma — e a cintura de 58cm — são frutos de uma dedicação intensa. Em repetidos momentos, porém, Paula escuta a seguinte frase: “Ah, você só é assim porque tem boa condição financeira”. Segura, ela argumenta, num tom calmo, que a realidade é outra e repete que todas podem.

— Conseguir se manter magra não tem a ver com poder aquisitivo, mas sim com modificação alimentar — ressalta ela, que, além de ter intolerância a lactose, não ingere glúten: — Não uso óleo de cozinha, só óleo de coco. Açúcar, nenhum! E sal, só aquele rosa, do Himalaia. Ando sempre com um potinho na bolsa. Também não como arroz nem pão. Tem dia que é difícil, mas sigo em frente. Quero envelhecer bem, e acho que isso é uma questão de escolha.

malhacao-de-paula-fernandes

Certa do que afirma, ela não nega que, por vezes, tem recaídas com sorvetes, chocolates e bolos. Mas até para essas situações é um pouco rígida, assume, entre risos.

— Para não ser radical, uma vez na semana ou de dez em dez dias, eu me permito algo mais gorduroso. Temos que viver, né!? — brinca, alegando que a cintura fina é herança de família: — Já ouvi até dizerem que tirei uma costela! É cada coisa que inventam. Isso é do meu biotipo. Comendo certinho, a tendência é estabilizar. Gosto de valorizar minha cintura, porque a acho bonita. Mas isso não me torna melhor que ninguém.

paula-fernandes-polemica

Namorada do dentista Henrique do Valle há quatro anos, Paula afirma que já pensa em filhos. “Mas vai ser mais para frente”, ela contemporiza. O sonho mais urgente, agora, é ver lançado o novo DVD “Amanhecer” — o trabalho gravado em São Paulo chega às lojas no segundo semestre.

— Os filhos vão surgir, e eu quero dois! Mas acho que ainda não chegou o momento. Não tenho prazos

Vimos em arrastachinela

 

Falando sobre isso

Leave a Reply