Diretor se inspirou em 3 episódios de ‘Chaves’ para criar filme brasileiro ‘Moleque’

Uma das séries mexicanas mais queridas da televisão, “Chaves” ganhou uma homenagem brasileira em forma de curta-metragem. Intitulado “Moleque”, o filme do “Chaves brasileiro” já foi exibido em festivais de cinema internacionais e agora está disponível no YouTube.

Filme brasileiro inspirado em “Chaves”

Do diretor mineiro Marcos Pena, o curta conta a história de Moleque, um menino de rua de dez anos que vive atrás de comida. Ele conhece Soneca, um vendedor de churros que lhe dá um par de botas. O homem leva Moleque para a vila onde mora, mas precisa lidar com suas travessuras.

Qualquer semelhança com a história de Chaves – que já foi relacionada aos sete pecados capitais – não é coincidência. O próprio nome, “Moleque”, é a tradução para o português do título original da série, “El Chavo”.

Já a famosa vila dos personagens é ambientada na Vila Ponta Porã, no bairro Santa Efigênia, em Belo Horizonte, Minas Gerais.

Em entrevista ao Vix, Pena diz que buscou referências de sua infância para criar o roteiro, depois de trabalhar com jornalismo por oito anos. “Me perguntei: ‘Por que não fazer o Chaves da vida real?'”, conta.

O diretor usou episódios específicos de “Chaves” para criar o curta: “Remédio difícil de engolir”, “A Sociedade” e “Álbum de fotografias”. Os nomes e a caracterização dos personagens também lembram o original, embora não sejam uma cópia.

“’Moleque’ é uma homenagem, mas não é uma adaptação”, explica Pena. “Por isso, os nomes foram alterados. Chaves é um teatro televisivo, Moleque tenta se aproximar da realidade”.

O diretor é fã de “Chaves” e explica que a série é mais do que um programa de TV. “Faz parte da cultura brasileira. São mais de 30 anos em exibição por aqui. Para a geração dos anos 80 e 90, Chaves é um ícone”, conta.

Por isso mesmo, ele considera que trazer a história de Chaves para o contexto brasileiro foi um desafio. “É complicado trabalhar com um personagem tão querido por aqui. A ideia sempre foi respeitar todos os aspectos da série”, explica Pena.

“Moleque” é uma releitura realista de “Chaves”, pois traz crianças fazendo os papéis infantis e se passa na própria cidade, não em um cenário, como a série mexicana. O filme foi financiado pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura da Prefeitura de Belo Horizonte e dirigido em parceria com a Guerrilha Filmes.

Pena revela que é difícil imaginar o “Chaves” brasileiro, pois seu conceito é ser um programa humorístico. Porém, a chave do sucesso da série é a leveza e simplicidade.

“Moleque é uma criança que, apesar de todas as travessuras, ainda é uma criança. Mas, se for para transportar Chaves para a realidade brasileira, teríamos um verdadeiro Moleque!”, conclui. Assista ao curta completo no player abaixo:

Vimos em vix

 

Falando sobre isso

Leave a Reply