Dormir de coque deixa o cabelo ondulado e faz crescer? Descubra se truque funciona

Para não perder minutinhos preciosos de manhã, algumas mulheres optam por dormir com penteados nos cabelos para acordar com as madeixas perfeitas e bem arrumadas. E um dos truques mais indicados na internet para ter ondas perfeitas é dormir de coque. Mas será que essa técnica funciona e faz bem para os fios?

Dormir de coque deixa o cabelo ondulado?

Para quem tem cabelo liso ou levemente ondulado este truque é uma boa opção, pois dá mais movimento e deixa as curvas bonitas e naturais. Mas para quem tem cabelos cacheados e crespos este penteado pode não ter um efeito positivo, pois o coque pode desmanchar as ondas naturais dos fios.

Como fazer 

Dormir de coque estraga o cabelo se o penteado estiver muito apertado. “Quando o cabelo está muito puxado pode fazer o cabelo quebrar desde o couro cabeludo”, explica a dermatologista Valéria Campos. Para evitar que isto aconteça, faça o penteado tradicional com os fios secos, deixando frouxo, pois quando apertado pode aumentar a queda de cabelo.

Faz o cabelo crescer?

A pressão do coque, puxando a raiz do cabelo, não faz o cabelo crescer. Segundo a médica, a velocidade do crescimento é determinada pelo couro cabeludo, e o que faz isso acontecer é a quantidade de sangue que chega à região. Ela explica também que manter uma alimentação balanceada, sem açúcar e rica em peixes, pode contribuir para o crescimento.

Dormir de coque faz mal ao cabelo?

Assim como dormir de trança, esta técnica não deve ser utilizada todos os dias, pois pode acabar com a saúde e o aspecto do seu cabelo.  Mas se for feita da maneira correta, o penteado pode ser uma boa opção para acordar com as madeixas prontas e incríveis algumas vezes na semana.

Coque apertado pode provocar alotssia de tração, queda de cabelo quando o cabelo ta muito puxado. Fazer coque frouxo. A puxada final  aumenta a queda do cabelo, principalmente na berada do couro.

Vimos em https://www.bolsademulher.com/

 

Falando sobre isso

Leave a Reply