Duas doenças que tanto o mouse quanto a academia podem causar em você

Em casos em que as siglas são mais famosas que os nomes completos, é comum que os significados sejam esquecidos pelas pessoas com o tempo. Por exemplo: você sabe dizer, exatamente o que significam LER e DORT? Saiba que essas doenças – bem doloridas – podem estar surgindo enquanto você está aí no trabalho, com a mão no mouse. Ou mesmo quando exagera nos movimentos na academia.

LER e DORT: o que são?

A médica Gabriela Rocha Lauretti, chefe da clínica de dor do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto – USP, explica que LER significa “Lesões por Esforços Repetitivos”. Já o termo DORT refere-se as Doenças Osteoarticulares Relacionadas ao Trabalho, como o nome diz, lesões decorrentes de atividades profissionais.

A LER, em contraponto, pode ser relacionada às atividades físicas em academia, quando mal executadas. “São movimentos realizados de forma repetitiva, incorreta ou além da capacidade do indivíduo que causam lesões em tendões, inflamação nos músculos e em articulações”, explica Gabriela. “Em geral, um membro é afetado, por exemplo: o braço em trabalhadores braçais ou pessoas que usam o computador excessivamente”.

Como prevenir LER e DORT?

Para prevenção de males como LER e DORT, as atividades físicas ou laborais devem ser bem avaliadas, planejadas e executadas. Se aplicado ao ambiente profissional, esse conceito é chamado de ergonomia, ciência que busca a adequada interação entre o homem e o ambiente ao seu redor. Atualmente, os princípios da ergonomia extrapolam os escritórios e indústrias, visando proporcionar no cotidiano maior conforto às atividades humanas para evitar lesões e acidentes.

Recomenda-se fazer pausas durante o expediente para caminhar pelo local de trabalho, fazer alongamentos e praticar exercícios com supervisão de um profissional. Acessórios e adaptações na mobília também ajudam a manter a postura correta durante o trabalho.

Cadeiras confortáveis que oferecem acomodação adequada à coluna lombar, suportes para computador que mantêm a tela na linha dos olhos, suportes para pulsos quando o mouse é usado, entre outros métodos também fazem parte da ergonomia.

Lesões que mais causam LER e DORT

As principais lesões relacionadas às LER e DORT acontecem devido à compressão de nervos, inflamação de tendões, músculos e articulações. As tendinites são as mais frequentes e a Síndrome do túnel do carpo, uma compressão nervosa que ocorre na mão, também tem grande incidência.

Tratamento

Dor neuropática

A dor causada por compressão ou lesões de nervos pode ser tratada com medicamentos e fisioterapia. Inicialmente será feito o diagnóstico da doença e, em seguida, será iniciado o tratamento pela equipe de saúde multiprofissional.

Dor musculoesquelética

No caso das dores decorrentes de uma tendinite ou de outra lesão muscular ou articular, o tratamento na fase inicial pode ser feito com anti-inflamatórios ou administração, feita pelo profissional, de corticoides. A fisioterapia também é uma alternativa para tratar a inflamação.

Associar fisioterapia ao uso de Tanyx é uma forma eficiente de controlar e aliviar a dor

Já na fase crônica, além da fisioterapia, pode ser utilizada a Neuroestimulação Elétrica Transcutânea (TENS). Essa tecnologia estimula vias nervosas responsáveis pela diminuição da dor, libera hormônios relacionados à sensação de bem-estar e causa uma sensação agradável chamada de parestesia, uma outra forma de inibir a sensação dolorosa.

Uma alternativa para a aplicação da tecnologia TENS em casa pode ser um dispositivo chamado Tanyx, que promove neuroestimulação nervosa, interrompendo o sinal da dor para o cérebro. De fácil manuseio e sem contraindicação, o aparelho não apresenta riscos à saúde e dispensa a supervisão no momento do uso. Portátil e descartável, a sensação de analgesia continua mesmo após o uso do Tanyx.

O produto é um tratamento alternativo para o alívio da dor nos pacientes acometidos pelas LER ou DORT, reduzindo a ingestão de medicamentos.

 

Vimos em: bolsademulher.com

Falando sobre isso

Leave a Reply