Egípcia perdeu 325 kg com cirurgia e seguirá tratando obesidade

A egípcia Eman Ahmed, de 36 anos, já foi considerada a mulher mais obesa do mundo.

Ela pesava mais de 500 quilos, até fevereiro deste ano, quando foi levada ao Saifee Hospital em Mumbai, na Índia, para passar por uma cirurgia de redução de estômago. Desde então perdeu 325 quilos.


Cirurgia a ajudou a perder boa parte do peso, mas ela segue em tratamento contra a obesidade e outras doenças.

Eman passou boa parte de sua vida em uma cama em Alexandria, no Egito, até que um médico indiano soube do seu caso e resolveu ajuda-la a conseguir perder peso. Segundo sua família, ela não saiu de casa por 25 anos, até que a equipe a removeu de sua casa para iniciar o tratamento, segundo matéria do Exta.

Como Eman, agora com 175 quilos, ainda é considerada obesa mórbida, seus médicos anunciarem nesta quinta-feira, 4, que ela foi levada aos Emirados Árabes Unidos para um tratamento intensivo. Um avião foi fretado para levar a egípcia e uma equipe de nove médicos.

A paciente sofre de linfedema, distúrbio que faz o tecido do corpo inchar. Ela teve um Acidente Vascular Cerebral (AVC) aos 11 anos e, desde então, passou a ganhar peso gradualmente. Além disso, ela precisa tratar uma diabetes tipo 2 e uma doença que obstruiu seus pulmões.

O que é a obesidade mórbida e quais seus riscos para a saúde?

Pessoas com essa condição têm alto risco de uma série de problemas médicos, incluindo pressão alta, diabetes tipo 2, câncer e doenças cardíacas. O problema também pode dificultar a capacidade de locomoção, afetar as articulações e causar consequências na vida social e autoestima.

O site também traz a tabela que indica o IMC e a categoria na qual cada pessoa se encaixa

Para calcular seu IMC, use a seguinte fórmula: IMC=peso (kg) / altura (m) x altura (m)
Exemplo: João tem 83 kg e sua altura é 1,75 m
Altura x altura = 1,75 x 1,75 = 3.0625
IMC = 83 divididos por 3,0625 = 27,10
O resultado de 27,10 de IMC indica que João está acima do peso desejado (sobrepeso).

Como a obesidade é uma condição clínica, é fundamental contar com a avaliação médica e de profissionais de educação física antes de começar tratamentos, dietas e exercícios. O acompanhamento também é muito importante.

Vimos em catracalivre

Falando sobre isso

Leave a Reply