Ela encontrou uma criança com uma doença rara no Haiti em uma pilha de sujeira

Sarah Conque, de 28 anos, era uma mulher norte americana normal. Uma terapeuta recreacional que, durante a graduação, sentiu que a sua missão no mundo era ajudar as crianças no Haiti. Em 2013 ela decidiu se mudar de sua confortável casa na Louisiana para o país mais pobre da América Latina para ajudar pessoas em necessidade, e lá, ela começou a trabalhar como missionária no centro médico para crianças Danita.

Em junho de 2014, uma jovem mulher veio ao local de trabalho de Sarah com uma bebê de apenas 3 meses de idade chamada Nika. Ela tinha uma rara condição, bastante séria, aonde o líquido da espinha se acumulava no cérebro, o que causava um grande inchaço na cabeça. Além disso ela estava com uma grave desnutrição.

A mãe de Nika escondia a garota a todo o custo. Ela havia tentado interromper a gravidez tomando veneno e, depois, havia tentado vender a garotinha ao governo para “fins de pesquisa”. No Haiti, bem como em muitos outros lugares do mundo, crianças com deformidades são consideradas “amaldiçoadas”, por isso a ânsia em se livrar da garotinha.

Sarah continuou a trabalhar com Nika e sua mãe, mas a cada dia, ela notava que a garota emagrecia cada vez mais. Um certo dia ela resolveu verificar as condições da casa de Nika. O que viu a chocou imensamente. A criança não estava mal nutrida por causa da doença, mas por maus tratos. Sarah encontrou a menina sozinha em casa, sobre um saco de arroz vazio e cercada de lixo. Ela pesava 2,7kgs, boa parte dos quais fluido cerebral.

c81e728d9d4c2f636f067f89cc14862c28

Por fim Sarah convenceu a mãe a doar a criança para o orfanato do hospital. Agora com 11 meses de idade, a maioria dos órgãos de Nika estavam começando a falhar. A imensa maioria das crianças com essa condição não passam do primeiro ano de vida, mas Nika já estava se superando, mesmo sob circunstâncias tão horríveis.

Capturar

Em fevereiro de 2015 Sarah conseguiu a guarda da garota, após ficar dias a fio cuidando da menina hora após hora. Stephen, o parceiro de Sarah, compartilha a missão da mulher e está lutando junto para dar uma vida nova a garotinha haitiana.

Capturar

Agora nos Estados Unidos, Nika já passou pela segunda cirurgia para remover fluidos. A circunferência de sua cabecinha está diminuindo constantemente e ela teve uma válvula implantada, o que melhorou drasticamente sua qualidade de vida.

Capturar

Já fazem dois anos desde que Sarah tomou a guarda de Nika. Graças a perseverança e a Deus, essa adorável garotinha está, milagre por milagre, desafiando todas as dificuldades que a vida lhe impôs. Milhares de pessoas seguem sua luta diária através do Instagram.

Capturar

Coragem para esta linda menina e para sua super mãe!!

Vimos em Perfeito Guru

Falando sobre isso

Leave a Reply