Ela foi chamada de “a menina mais linda do mundo”. Ela está assim 7 anos depois!

Há alguns anos, a jovem modelo francesa, Thylane Blondeau, ficou conhecida como “a menina mais linda do mundo”. Você pode pensar que não é bem assim, que há uma abundância de modelos que ganharam esse apelido. O que acontece é que Blondeau, era, literalmente, uma criança quando participou de uma sessão de fotos da Revista Vogue, levantando algumas questões sobre o uso de modelos infantis, na época. Mas isso foi em 2011. E a partir daí, o que aconteceu com ela?

Blondeau nasceu de um casal de celebridades francesas: seu pai é o jogador de futebol, Patrick Blondeau, e sua mãe é a atriz e apresentadora de TV, Veronika Loubry. Mas a genética havia lhe preparado mais do que uma infância singela: ela acabou por ser muito, muito linda. Seus pais a levaram para a modelagem quase que imediatamente. Em 2005, com a idade de apenas quatro anos, a pequena Blondeau percorreu a passarela de um desfile de moda de Jean Paul Gaultier. Muitos anos mais tarde, ela disse em seu Instagram que tinha deixado tudo para trás. Será verdade? Não deixe de ver como ela está atualmente!

Era claro que Blondeau iria crescer para ser realmente bonita. Para começar, ela tinha olhos azuis penetrantes, uma característica que sempre funciona bem na fotografia. Mas quanto uma menina tão jovem pode realmente aproveitar do trabalho de modelo? Há debates acalorados sobre o uso do modelos infantis há décadas. Alguns países até mesmo proíbem o uso de modelos de passarela menores de 16 anos de idade, porque o mundo da modelagem, em geral, não é um lugar para crianças.

Depois, há o fato de que a modelagem pode muitas vezes ser um trabalho difícil e de alta pressão, onde até mesmo os mais jovens são encorajados a colocar a sua aparência física acima de sua saúde. Na verdade, os modelos infantis nem sequer tinham muita proteção jurídica acerca de seus direitos até recentemente. No entanto, em seus primeiros anos, Blondeau pareceu evitar os aspectos mais sombrios do mundo da moda. Sua mãe acompanhou tudo, foram trabalhos de sucesso e houve pouca controvérsia. Bem, pelo menos até 2011, que foi quando tudo explodiu.

Naquele ano, ela tinha 10 anos e participou de um editorial da Revista Vogue. E isso não terminou bem. Quase todos concordaram que ela parecia muito exposta e adulta nas fotos, gerando grande debate sobre o tratamento de modelos infantis. “Esta imagem é a antítese do que deve ser a infância em nossa sociedade; uma menina que está exposta a um mundo para o qual ainda não está preparada, para satisfazer unicamente as necessidades dos adultos que a rodeiam”, disse a psicóloga Emma Gray, ao Daily Mail, em 2011. E parecia que a maioria das pessoas estava de acordo.

Numerosas publicações e comentaristas ofereceram seus pontos de vista sobre as fotos, com uma das declarações mais contundentes da União das Mães. No mesmo artigo do Daily Mail, um porta-voz da Organização para a Caridade Cristã disse: “Temos uma grande preocupação com a agência de modelos que representa Blondeau, que claramente não sabe se representa uma criança ou um adulto”. Logo, a mãe de Blondeau respondeu às críticas, embora não da maneira que as pessoas esperavam. “Eu admito que fiquei surpreendida durante a sessão fotográfica. Mas deixe-me ser mais precisa: a única coisa que me surpreendeu foi que o colar que ela usou custava 3 milhões de euros “.

Mas as pessoas foram rápidas em apontar que haviam tido sessões de fotos anteriores, menos vistas, em que a jovem Blondeau aparecia, na realidade, em topless, ou não usava calças. “Não é por acaso que Thylane Blondeau terminou sendo apresentada nas revistas de maneiras incrivelmente inadequadas e sexualmente carregadas”, escreveu outra ex-modelo infantil. “E é claro que as coisas foram colocadas lá intencionalmente, por profissionais.” Naquela época, a própria Blondeau não tinha muito a dizer sobre o debate que havia desencadeado. Mas as repercussões foram grandes…

Em 2012, com a polêmica ainda fresca, o governo francês propôs uma proibição aos concursos de beleza envolvendo crianças. O título do seu relatório era “Contra a hiper-sexualização”. Em 2014, a lei foi aprovada. Enquanto isso, Blondeau estava crescendo. Ela permaneceu sendo uma modelo popular, ganhando seguidores em sua conta no Instagram e agora já é uma adolescente. Com a idade de 14 anos, ela constava dos books da agência internacional de modelos IMG Models. “Minha parte favorita do trabalho é conhecer novas fotógrafos e maquiadores. Eu também gosto de experimentar as roupas!”, ela disse em agosto de 2015.

Mas, como muitas modelos antes dela, ela também teve interesse em atuar. Em 2015, ela estrelou no filme francês, “Belle & Sébastien: A aventura continua”. “Angelina Jolie é o meu objetivo final como atriz. Se eu pudesse contracenar com alguém, certamente seria com ela. E Brad Pitt, Leonardo DiCaprio e Johnny Depp”, ela disse a Teen Vogue, em 2015. Grandes celebridades, sem dúvida, mas, provavelmente, não as que estão ao alcance de Blondeau. Ela também foi questionada sobre como se sentia por ser uma modelo tão jovem, e, em sua resposta, ela nem se referiu à controvérsia que havia suscitado.

“Bem, Kate Moss começou a modelar aos 15 anos, e isso foi recentemente. Portanto, não. Eu não sou muito jovem. Se você tem uma boa agência e as pessoas cuidam de você… é perfeito.” Olhando para as fotos, é muito fácil esquecer o quão jovem ela ainda é. Ele vai completar 16 anos em 5 de abril de 2017, nem sequer têm idade suficiente para beber na maioria dos lugares. Mas parece que ela tem uma boa cabeça sobre seus ombros para se orientar. Em pouco tempo, a controvérsia sobre sua infância que uma vez a rodeou, poderá ser totalmente eclipsada por outros sucessos.

 Este é um site de noticias,curiosidades e tratamentos,ele não substitui um especialista.Consulte sempre seu médico.

Falando sobre isso

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*