Ela tem 3 anos e está em sua 5ª gravidez seguida. Sua aparência atual é inacreditável.

Às vezes acontecem coisas tão ruins na vida que as pessoas não conseguem sequer acreditar. Lucy tem apenas 3 anos, mas sua história é de revirar o estômago. A jovem cadela foi resgatada das ruas de uma grande metrópole. Esse foi o primeiro momento em sua vida que alguém se importou com seu destino e começou a ajudá-la. Seus salvadores descrevem sua vida em uma carta a partir da perspectiva de Lucy.

“Olá, meu nome é Lucy! Eu fui resgatada das ruas de Bogotá, na Colômbia, e vivi em uma casa adotiva por cerca de 6 meses antes de vir para os Estados Unidos. Antes do meu resgate eu apanhava tanto do meu antigo dono que meu nariz e minha mandíbula estavam quebrados. Ambas as partes já estão curadas, mas como elas não cicatrizaram corretamente eu fiquei com aparência e caráter bem especiais. O que você acha?

Infelizmente não há nada que possam fazer com meu focinho, a não ser que quebrem meus ossos novamente e os imobilizem novamente, dessa vez da maneira correta. Não sei se quero passar por isso. A pessoa que fez isso comigo também arrancou alguns dos meus dentes caninos, de maneira que eu não podia lutar contra vários machos que cruzavam repetidamente comigo quando eu estava no cio. Sim, eu sei, este é um jeito terrível de viver. Mas apesar de eu ter sido usada como uma máquina de reprodução, graças ao meu anjo da guarda eu de alguma maneira escapei. Então eu estava vivendo nas ruas, sozinha, desnutrida e grávida. Foi então que meu anjo me encontrou.

Após ser examinada pelos veterinários, eles descobriram que meu útero estava torcido e que eles tinham que decidir entre salvar os meus filhotes ou eu. Eles me escolheram! Eles estimaram que essa era minha quinta ou sexta gravidez seguida e que eu tinha vivido até então minha vida inteira, 3 anos e meio, em um lar abusivo. Quando os vizinhos descobriram que eu tinha sido resgatada eles contaram para o meu anjo que eu também havia sido deixada para apanhar em várias rinhas, de modo a estimular a agressividade em outros cachorros. Eu nunca reagi, porque gosto de amor e não de luta!

Por sorte algumas pessoas boas se reuniram para me trazer para cá e agora eu estou pronta para achar minha próxima casa com uma ótima família! Eu sou um pouco tímida com estranhos mas nunca agressiva e preciso apenas reconstruir minha confiança, tanto com cachorros quanto com pessoas. Na verdade, no lugar que estou agora eles dizem que eu sou a coisa mais doce do mundo! Sempre pronta para receber um cafuné na barriga. Embora meu passado tenha sido duro eu não guardo rancores. Típico da minha raça, eu só quero viver e me divertir!

Neste vídeo é possível ter uma boa impressão da verdadeira personalidade de Lucy:

À primeira vista, talvez não seja possível perceber. Mas quando se olha em seus olhos, então é possível perceber com clareza a maravilhosa alma por trás daquele focinho deformado. Ela nunca foi violenta e conservou seu coração puro. Ela é uma lutadora nata, que sempre se manteve fiel a seus instintos.

Compartilhe a história de Lucy, que lutou sempre apenas com a força de seu coração.

Vimos em naoacredito

 

Falando sobre isso

Leave a Reply