Esse homem encontrou o amigo parcialmente mutilado na praia. Quando ele soube o que aconteceu ficou impressionado.

Todd Endris, de 24 anos, estava prestes a ter o pior dia de sua vida. Uma manhã, na costa de Monterrey, na Califórnia (EUA), ele saiu para surfar, sem saber que estava prestes a olhar a morte nos olhos.

Publicado por Todd Endris em Segunda, 9 de janeiro de 2012

Do nada, enquanto surfava, ele foi atacado por um tubarão branco. O animal tentou engolir Todd e sua prancha de surf inteiros, mas o tamanho de sua mandíbula não permitiu. Começou, então, uma luta.

Em uma segunda tentativa, o tubarão conseguiu espremer Todd e sua prancha, de maneira que os dois fossem pegos pela mordida. A fera rasgou as costas de Todd com seus dentes afiados e o oceano à sua volta ficou vermelho, mas a luta ainda não havia terminado.

Na terceira tentativa, o tubarão agarrou a perna direita de sua vítima. Com sua perna esquerda, Todd chutou freneticamente e, por mais incrível que pareça, ele fez o animal soltá-lo. Então, da mesma maneira repentina como o ataque começou, a ajuda também surgiu do nada.

KHI ĐỘNG VẬT LÀ ÂN NHÂN CỦA CON NGƯỜICÁ HEOChàng trai Todd Endris, 24 tuổi, đã có một “kỉ niệm” kinh hoàng khó quên…

Publicado por Yeu.pet em Sexta, 30 de agosto de 2013

Na verdade, foi um grupo de resgate. Apareceram vários golfinhos nadando em círculos em volta do surfista e criando uma barreira de proteção. Isso permitiu que Todd escapasse antes que o tubarão o devorasse. Incrivelmente, ele conseguiu pegar uma marola de volta para a beira da praia.

O amigo dele, Brian Simpson, correu para ajudar e chamou a ambulância. Ele fez um torniquete com o cordão da prancha, já que a perna dilacerada de Todd sangrava muito.

Mesmo quando todos esperavam que Todd fosse morrer, ele mesmo não perdeu a fé.

Um helicóptero chegou em seguida ao local e levou o homem ferido ao hospital. Ele precisou de 500 pontos e 200 grampos para fechar as feridas.

Todd sobreviveu aos ferimentos horríveis causados pelo ataque, mesmo tendo perdido quase metade de todo o sangue do seu corpo. Depois de algumas semanas, porém, ele já estava a caminho da recuperação. E, impressionantemente, ele ainda quis voltar a surfar.

A princípio não foi fácil, mas ele superou o medo.

Publicado por Kelly Sorensen em Quinta, 22 de setembro de 2016

Você pode ver mais sobre esse ataque horrível aqui (em inglês):

Todas as pessoas que forem nadar no mar, ou surfar, devem estar cientes dos riscos. E, claro, sempre que possível, fique alerta aos avisos oficiais sobre a presença de tubarões. Afinal, como o próprio Todd disse, quando entramos no oceano, são os humanos que invadem o território dos tubarões, não o contrário!

Vimos em naoacredito.com.br

Falando sobre isso

Leave a Reply