Esse veterinário pousava para fotos com animais que ele matava. Mas o que o destino reservava, ele nunca imaginou que aconteceria.

Quando as pessoas dizem que o mundo dá voltas, com certeza elas têm toda razão. Luciano Ponzetto, 55 anos, atuava como veterinário em Turin, na Itália. Apesar de salvar a vida de animais com a sua profissão, nas horas vagas, ele fazia exatamente o oposto a isso: ele matava animais e pousava para fotos com suas caças.

O infame veterinário causou revolta após posar com animais de grande porte que ele matou. Após fotos dele com seus “troféus” surgirem nas redes sociais (falamos de leões, leopardos e veados), os ativistas dos direitos dos animais começaram uma campanha contra ele. Havia até uma página no Facebook dedicada a xingar Luciano Ponzetto. O veterinário também recebeu algumas ameaças de morte.

Mas o destino tinha algo reservado para ele. A última caçada de Ponzetto provou ser fatal. O veterinário escorregou no gelo e caiu de um desfiladeiro de uma altura de 30,5 m enquanto caçava pássaros selvagens. Um oficial da polícia italiana declarou: “O corpo dele foi resgatado de helicóptero e levado a um hospital local. Parece que ele escorregou e caiu enquanto caçava. Ele morreu instantaneamente e não havia nada que se pudesse fazer.”

Quando tudo isso aconteceu, há um ano, Luciano Ponzetto se defendeu dizendo que ser veterinário “não é incompatível com a caça, moral ou profissionalmente”. A Associação de Veterinários da Itália ficou do lado de Ponzetto, alegando que “a caça é um hobby regulamentado pela lei, o que não nos permite tomar nenhuma medida contra ele.”

Sendo a caça legal ou não, era de se esperar que um veterinário seria o último a querer matar um animal indefeso apenas como hobby.

Este é um site de noticias,curiosidades e tratamentos,ele não substitui um especialista.Consulte sempre seu médico.

Falando sobre isso

Leave a Reply