Esta mãe sofre de depressão e ansiedade. O que uma caixa de supermercado lhe disse a fez explodir e contar toda a verdade.

Quando uma caixa de supermercado comentou sobre seus filhos bonitos e bem comportados em uma recente ida às compras, Cierra Fortner riu e agradeceu antes de ir para o estacionamento. Porém, no caminho para casa, Cierra percebeu que deveria ter contado à caixa que sua avaliação estava longe da verdade e que a vida da mãe de dois não era perfeita. Mais tarde, essa mãe publicou um post no Facebook no qual descreve a realidade de sua vida:

“Hoje eu estava no Walmart fazendo minhas compras semanais de sexta-feira quando a caixa me diz: “Eu te vejo aqui o tempo todo, seus filhos estão sempre vestidos bonitinhos, se comportando, e você parece ser bem resolvida.” Naquele momento eu apenas a agradeci e ri, porque isso está longe da verdade, mas enquanto eu dirigia para casa, havia mais sobre mim que eu gostaria que ela soubesse.

Eu quero que ela saiba que eu luto contra um distúrbio de personalidade todo dia, com ansiedade e depressão combinadas e eu sou uma sobrevivente de suicídio por duas vezes.

Eu quero que ela saiba que eu nem sempre consigo me levantar do sofá para dar a eles algo mais do que pizza e cereal para comer.

Eu quero que ela saiba que meu filho se atrasa para a escola em 3 dos 4 dias, porque eu regularmente esqueço que dia e horas são, apesar do calendário do tamanho de uma criança de colo na minha cozinha.

Eu quero que ela saiba que eu tenho aqueles momentos “eu estou enlouquecendo”, quando eu tenho que me trancar no banheiro e chorar. Eu quero que ela saiba que eu nem sempre fui a mãe mais presente, porque eu costumava trabalhar 80 horas por semana e ir para a faculdade em tempo integral, e Jayce passou muitos dias e noites com seus avós.

Eu quero que ela saiba que eu não tinha lavado meu cabelo há 3 dias e que meus filhos não tomavam banho há 2.

Eu quero que ela saiba que eu estava tentando sair correndo de lá porque eu esqueci a bolsa de fraldas em casa e Brenton estava com fome.

Eu quero que ela saiba que, quando chegamos no estacionamento, a criança “bem comportada” decidiu se levantar no carrinho e eu não estava prestando atenção e mal o segurei quanto ele quase caiu no chão.

Mas mais importante, eu quero que ela saiba que eu não sou bem resolvida e talvez nunca seja. Eu não conheço uma mãe por aí que tenha tudo bem resolvido, mas tudo o que nós fazemos é feito com amor pelas nossas crianças, e isso faz de você a mãe perfeita, e aos olhos de nossos filhos, nós definitivamente somos bem resolvidas. De uma mãe exausta para outra, você está se saindo muito bem. Tenha aquela crise, deixe seus filhos comerem cereal pra caramba e se cuide sempre.”

Ser mãe nem sempre é fácil e em alguns momentos, muitas mães se identificam com as palavras de Cierra. Desejamos tudo de bom para todas as mães do mundo, certamente elas fazem o seu melhor!

Este é um site de noticias,curiosidades e tratamentos,ele não substitui um especialista.Consulte sempre seu médico.

Falando sobre isso