Esta mulher começou a sentir um odor estranho em seu marido, e quando o diagnóstico veio, foi assustador

Esposa percebe que seu marido tinha um cheiro diferente e descobre um terrível diagnóstico

A esposa relata que o cheiro do marido era muito ruim. Descreve o odor como sendo um forte cheiro de gordura.

Joy Milne diz que o cheiro do marido iniciou a uns vinte anos atrás. Que no início ela não deu importância, pois era algo que acontecia de vez em quando. Porém, com o tempo, ele se tornou mais forte.

Ela conseguiu desvendar o mistério quando entrou para uma organização que ajudava doentes de Parkinson no Reino Unido e percebeu que as pessoas que recebiam ajuda desta organização tinham um cheiro parecido com o do seu marido. Aquele cheiro de secreção que se parecia com o exalado pelos animais que viviam nos bosques. Ela decidiu, então, levar seu marido ao médico e o diagnóstico deixou-a estarrecida. Ele sofria de Parkinson.

Parkinson

A percepção do cheiro específico dos doentes de Parkinson detectada por Joy foi tão importante para a medicina que pesquisadores estão investigando mais a fundo para ver se conseguem identificar sintomas iniciais da doença a partir da pele dos pacientes com Parkinson.

Parkinson2

As pesquisas estão sendo financiadas pela Parkinson’s UK, em Manchester, e 200 pessoas com a doença estão sendo submetidas a testes.

Os cientistas, para comprovar a conclusão de Joy, pediram para que 12 pessoas usassem o dia inteiro uma mesma camiseta e, no final, a entregassem para que Joy as cheirasse.

A mulher acertou o diagnóstico pelo odor em 11 das 12 pessoas. Porém, algum tempo depois, a 12ª pessoa a procurou para dizer-lhe que havia sido diagnosticada com a doença. Com isto, percebe-se que Joy acertou 100% dos diagnósticos, somente pelo cheiro.

Parkinson3

Segundo especialistas, Parkinson é uma doença de difícil diagnóstico. Eles afirmam que a medicina atual trabalha da mesma forma que James Parkinson em 1817, observando os sintomas dos pacientes de Parkinson.

Infelizmente o marido de Joy faleceu em 2015, mas a sua descoberta poderá ajudar a ciência na detecção da doença antes que ela se manifeste. Isto poderá melhorar a qualidade de vida dos pacientes, já que a doença não tem cura ainda.

Vimos em perfeito.guru

Falando sobre isso

Leave a Reply