Esta mulher perdeu seu marido para uma mulher mais jovem. Mas ela pensou em algo para nunca ser esquecida.

Após 20 anos de casamento, Jake deixou sua mulher, Edith, por causa da secretária, bem mais jovem.

A secretária, agora com o status de nova namorada de Jake, queria imediatamente se mudar para a mansão onde ele vivia com Edith. Como o advogado de Jake era mais esperto e inescrupuloso que o de sua mulher, ele e a secretária atingiram rapidamente esse objetivo.

Ele deu 3 dias para que Edith empacotasse suas coisas e deixasse a casa. No primeiro dia, ela fez as malas. No segundo, veio a empresa de mudança e levou tudo para a sua nova casa. No terceiro dia, ela sentou em seu lugar preferido, na grande sala de jantar da mansão, acendeu algumas velas, colocou uma música para tocar de fundo e preparou para si mesma um grande banquete. Enormes camarões, acompanhados de caviar e uma garrafa de champanhe caríssimo.

Ao terminar, pegou todos os restos do camarão, misturou com um pouco de caviar e deu um passeio por todos os quartos da mansão. Em seguida, limpou a cozinha e foi embora.

Poucos dias depois, seu ex-marido se mudou novamente para a casa, com sua nova e jovem paixão. Por alguns dias, tudo foi felicidade pura.

Mas algo começou a feder na casa. E a feder muito, de maneira insuportável. Eles tentaram tudo. Todos os tipos de limpeza possíveis, inclusive com empresas especializadas. O ar-condicionado foi checado, talvez fosse um rato morto. Os tapetes foram lavados e velas com aromas espalhadas por toda a casa. Mas nada ajudou.

Em determinado ponto, ninguém queria mais visitar o novo casal na mansão. Os empregados da casa – incluindo o mordomo – pediram demissão, pois ninguém aguentava trabalhar com aquele cheiro horrível. O casal finalmente desistiu e decidiu tentar vender a casa.

Mas foi uma tentativa inútil. Ninguém queria comprar a mansão fedorenta. Nem mesmo após o preço ser reduzido pela metade. A história da “mansão com cheiro de rato” se espalhou pela cidade. Os agentes imobiliários pararam até de atender às desesperadas chamadas de Jake. Ele acabou tendo que fazer um empréstimo para comprar uma casa nova, bem menor, e ainda assim perdendo muito dinheiro.

Até que ele decidiu ligar para a ex-mulher e perguntar como estavam as coisas. Ele contou para ela sobre o sofrimento que estava vivendo por causa da casa, ao que ela ouviu educada e atenciosamente. Então ela lhe contou como sentia falta de sua antiga casa e que adoraria voltar a viver lá.

Jake achou que ela estava menosprezando o “fator fedor”. Achando que estava fazendo um ótimo negócio, ele concordou em vender a casa para ela por um décimo do preço que ela originalmente valia. O contrato foi assinado no mesmo dia. Algumas horas depois, ela já estava novamente instalada.

Uma semana depois, o homem e sua jovem secretária passaram em frente à casa e viram seus antigos móveis na porta. INCLUINDO OS PASSADORES DE CORTINA DE TODA A CASA, RECHEADOS DE CAVIAR E RESTOS DE CAMARÃO!

Como diz o ditado, a vingança é um prato que se come frio. Com Edith ela foi fria e composta de especiarias: uma vingança com caviar e camarão!

Este é um site de noticias,curiosidades e tratamentos,ele não substitui um especialista.Consulte sempre seu médico.

Falando sobre isso

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*