ESTRANHAS COMBINAÇÕES DE ALIMENTOS

Nada é mais cultural do que a combinação ideal de ingredientes para a confecção de uma iguaria culinária. Através da internet, conseguimos ver misturas nunca antes imagináveis. Algumas são usuais em uma determinada região do globo, mas podem ser vistas com surpresa e até estranheza em outros lugares.

Consegue imaginar outro país que coma queijo com goiabada? Algo super comum no Brasil, já foi visto como estranho e até desagradável por chefs de cozinha franceses, ao visitarem o país atrás de novos sabores e ingredientes. E não fica por aí…

Uma pizza muito comum no Brasil, a de Frango ao Requeijão, não é conhecida em quase nenhum outro lugar do planeta. Nos Estados Unidos, fronteira com o Canadá, existe a pizza de queijo curado, que já tem por aqui e é bem parecida com a nossa, mas é feita com pedaços grandes de carne e o queijo é aquele muito consumido pelos mineiros.

Há quem adore comer farofa com tanajuras – existem receitas onde as formigas são utilizadas no molho de macarrão à Carbonara, acredite – enquanto os franceses comem, sem problemas, sopas e consommés de escargots, as famosas lesmas comestíveis.

Você gosta de comer batata frita com ketchup, não é? Na Europa, costuma-se comer com maionese. No Canadá, come-se o Poutine. Nem vou citar os inúmeros casos de quem ama comer com sorvete… Principalmente, quem costuma pedir aquele combo gigante na lanchonete.

Há quem ame misturar doces com salgados e, nos últimos tempos, a criatividade das pessoas começou a ficar incontrolável. Coxinhas que se misturam com quibes, donuts salgados e até café misturado com sorvetes e chocolates, consumidos em casquinhas.

Nenhum alimento, no entanto, vem sendo usado em misturas estranhas (e deliciosas) como o churros. Já virou brigadeiro, sabor de sorvete, bolo, recheio de bombom, o céu é o limite… As coberturas são mais e mais elaboradas, a cada dia que passa. Ninguém precisa mais ficar limitado às receitas da vovó. Se permita e experimente um pouco de tudo!

Este é um site de noticias, curiosidades e tratamentos, ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Falando sobre isso

Leave a Reply