Ex-BBB Laércio preso: o que aconteceu e qual a relação com as polêmicas do programa

* Matéria atualizada em 16 de maio de 2016

Laércio de Moura, de 53 anos, foi preso na manhã desta segunda-feira (16), acusado de abusar de menores. O ex-participante do reality show Big Brother Brasil, da Rede Globo, ficou marcado por polêmicas que envolviam abusos e pedofilia durante a edição 16 do programa. Ele foi o segundo eliminado da atração, em fevereiro deste ano, com 54% dos votos. Lembre o que aconteceu no BBB e entenda o caso.

Ex-BBB Laércio preso: o que aconteceu?

O Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria) prendeu o ex-BBB na casa dele, em Curitiba (PR). Ele vinha sendo investigado desde que deixou o Big Brother e é acusado de estupro de vulnerável e de fornecer bebidas alcóolicas para menores de idade. A suspeita é de que ele mantivesse um relacionamento com uma menina de 13 anos. Segundo a delegada do caso informou ao G1, a garota, que hoje tem 17 anos, confirma o envolvimento e forneceu prints de conversas que mantinha com Laércio. A polícia apreendeu celulares e equipamentos eletrônicos do suspeito e todo o material será avaliado pela perícia. Essa é uma prisão preventiva e não há prazo para que ele seja liberado.

Pedofilia e abuso: lembre trajetória e acusações no BBB

A estadia de Laércio no BBB 16 foi marcada por brigas com a jornalista Ana Paula, que o acusou de ser pedófilo e ainda o chamou de “nojento”, “velho”, entre outros adjetivos pejorativos. Do lado de fora da casa, iniciou-se uma intensa campanha contra sua permanência no reality show e foi feita também uma petição online para que Laércio fosse investigado, o que realmente aconteceu a partir do momento em que o participante deixou a casa.

Acusação de pedofilia

Em conversa com Ana Paula, Laércio disse gostar de “novinhas”, revelou ter uma namorada de 19 anos e afirmou que essa namorada teria uma namorada ou amiga (os dois termos foram usados por ele) de 17 anos com quem ele também teria um envolvimento. Provavelmente baseada nessa conversa, a jornalista acusou o designer de tatuagens de ser pedófilo, além de ser “velho e nojento”, durante uma briga.

Ana Paula chegou a pedir desculpas para Laércio depois do atrito, influenciada pelos outros participantes, que disseram que ela estava sendo implicante. Ela também disse não saber exatamente o que é pedofilia e que acredita se tratar do envolvimento sexual de maiores de idade com menores de idade.

Ana Paula briga com Laércio por ele estar dormindo apenas de cueca

Aumentando a lista de acusações a Laércio, rodaram pelas redes sociais postagens de Laércio dizendo que é efebófilo (pessoa que tem atração sexual por adolescentes). Ele disse em seu Facebook, na quarta-feira, que o post seria resultado de uma montagem. Outra publicação atribuída a ele traz a imagem de uma adolescente em situação extremamente sensual. Além disso, Laércio curtiria a página de uma participante do programa MasterChef Júnior de 12 anos que sofreu ataques de cunho sexual através das redes sociais no ano passado.

Na época, houve uma petição online, assinada pela “Imprensa feminista” no site Avaaz pedindo para que o Ministério Público investigasse os atos de Laércio dentro e fora da casa do BBB

É pedofilia mesmo?

A pedofilia é uma doença, mais especificamente uma desordem mental que causa atração sexual por crianças, geralmente com menos de 13 anos. É importante observar que nem todo pedófilo é um abusador e vice-versa, isso porque os abusadores de crianças são definidos por seus atos e os pedófilos pelos seus desejos.

Justamente por se tratar de uma doença e não de um abuso de fato, a pedofilia não é considerada um crime. Segundo a Lei brasileira, crime é manter relações sexuais com menores de 14 anos, situação enquadrada como estupro de vulnerável.

É por isso que Laércio foi preso agora. Enquanto, durante o programa, as afirmações de Laércio não permitiam dizer que ele infringiu a lei, agora o Nucria parece ter descoberto o envolvimento sexual do ex-BBB com uma menina de 13 anos, o que estaria classificado como estupro de vulnerável. Não foi revelado, no entanto, se o caso pelo qual ele está sendo acusado foi citado por ele durante o programa – já que ele falava na atração sobre o envolvimento com uma menina de 17, que é a idade que teria hoje a menina de 13 que a polícia investiga.

Abuso sexual no BBB: por que citaram isso?

Outra acusação feita por Ana Paula a Laerte diz respeito ao olhar de Laércio para outras participantes do programa enquanto elas dançavam em uma festa na casa, e ainda aos gestos feitos por ele que imitavam o sexo oral em mulheres. A participante disse também que gostaria de estar dançando, mas não iria por conta do olhar que Laércio lançava às outras mulheres, que dançavam.

Na primeira semana do programa, Laércio teria dito ao brother Tamiel que Munik, outra confinada, era “sua fantasia” e “tirava seu sono”. Munik tem 19 anos e feições de menina, o que também provocou críticas.

O embate entre Ana Paula e Laerte teve fim quando ela o encontrou dormindo apenas de cueca no quarto, o que motivou a acusação de pedófilo e outras ofensas.

Laércio olhando para Munik, que dança durante festa no BBB

É abuso?

De acordo com a lei brasileira, o abuso que não resulta em ato sexual mediante uso da força é classificado como importunação ofensiva ao pudor, que é um crime menor do que o de estupro, com punição mais branda, mas, ainda assim, um crime.

Atualmente, o termo abuso tem um significado muito abrangente, que pode dizer respeito a crimes como incitação à violência, agressão sexual, constrangimento, entre outros. De maneira geral, caso a mulher se sinta constrangida – caso de Ana Paula – ou coagida a fazer algo que não queira você pode fazer uma denúncia.

Ao menos por enquanto, as investigações que levaram Laércio à prisão não envolvem punição por esse tipo de abuso.  A polícia não informou se há alguma acusação que possa levar à essa punição.

Ataques a Ana Paula e ao feminismo

Pouco depois de deixar a casa do BBB, Laércio apagou ou bloqueou a visualização de seus antigos posts no facebook e passou a fazer uma intensa campanha contra Ana Paula e o movimento feminista, que, segundo ele, o atacou com boatos e calúnias.

Em um de seus posts recentes ele chamou Ana Paula de mimada e barraqueira:

Post de Laércio sobre Ana Paula também é cheio de suposições e acusações

Em outros, fez montagens comparando as atitudes de Ana Paula com as suas, mas é importante considerar que ele tirou essas imagens de seu contexto real, o que pode confundir a interpretação.

Portanto, da mesma maneira que ele acusa Ana Paula e o feminismo de propagarem boatos e calúnias contra ele, ele está fazendo acusações possivelmente caluniosas contra sua então colega de reality show.

Postagens duvidosas no Facebook

Outro ato de Laércio que deixou os telespectadores do BBB desconfiados foram suas postagens nas redes sociais. Além dos posts já citados, o designer de tatuagens teria publicado fotos de armas com a legenda “Quero” e curtido páginas como “Loucos por armas”, “Fanáticos por armas”, “Curiosidades sobre o nazismo” e “Brancos orgulhosos”.

Apesar de uma simples curtida não ser crime, esses fatos geraram ainda mais suspeitas e dúvidas acerca do caráter do participante, fatores que parecem ter contribuído para sua eliminação do reality show.

Vimos em: BolsadeMulher

Falando sobre isso

Leave a Reply