Existem 5 tipos de mau hálito: o que cada um diz sobre a sua saúde?

Ao contrário do que muita gente imagina, o mau hálito nem sempre está relacionado a uma falta de higienização bucal. Especialistas apontam, inclusive, que a maioria dos casos de halitose ocorre por causa do excesso de secura na boca que, por não estar suficientemente úmida, favorece o aumento de bactérias que causam o cheiro ruim.

O mau hálito ainda pode ser dividido em 5 diferentes tipos, indicando variados problemas de saúde. Conheça as características de cada um, segundo explicações de profissionais da saúde para o site “Prevention”:

Causas do mau hálito

Hálito com cheiro de naftalina

Alergias, congestionamento nasal ou sinusite pode fazer com que as bactérias na boca convertam as proteínas no muco em um composto químico chamado escatol, de cheiro desagradável e forte.

Hálito com cheiro frutado

O odor pode indicar diabetes, pois o açúcar no sangue sobe e suas células começam a queimar gordura para obter energia. O subproduto desse processo é o que podem fazer com que o hálito tenha o cheiro frutado.

Você pode ser intolerante à lactose, pois o odor pode indicar que você não está fazendo o processamento correto de proteínas lácteas. Fique atenta se o cheiro vier acompanhado de sintomas como diarreia, cólicas e gases.

Hálito com cheiro de fralda suja

Você pode estar com amigdalite, pois as bactérias e os detritos podem ficar preso nas amígdalas e formar uma “pedra” que vai gerar o cheiro forte e desagradável.

Hálito com cheiro de algo podre

O odor ruim e forte pode ser sinal de algo grave, como uma infecção ou doença pulmonar. O cheiro normalmente é bem pior do que uma halitose tradicional. Procure um médico caso perceba a alteração no hálito para a realização de exames;

Vimos em vix

Falando sobre isso

Leave a Reply