Garota adolescente não corta a unha há 3 anos. Saiba porque ela está tendo problemas.

Esta adolescente não corta as unhas há três anos e ela admitiu recentemente ter dificuldades com tarefas diárias.

Simone Taylor, de 16 anos, não apara suas unhas desde agosto de 2014 e leva cerca de três horas para passar esmalte.

Agora, elas ficaram tão longas que ela tem dificuldade para tomar banho, se vestir e até mesmo para digitar no computador. Suas unhas do dedão têm cerca de 14,8 cm de comprimento enquanto as demais têm 11,8 cm.

Ela revelou que só consegue digitar com as juntas dos dedos. Além disso, ela não consegue segurar uma caneta e isso tem complicado bastante sua vida na hora de fazer provas na escola.

Simone disse: “Eu estou em período de provas na escola e é difícil escrever. Depois de uma hora escrevendo, minhas mãos doem muito”.

Segundo ela, esta jornada começou depois de assistir um tutorial de como pintar as unhas na internet.

Ela disse: “Eu tenho medo de cortadores de unhas desde que comecei. Não era minha intenção cultivá-las tanto tempo, mas à medida que cresciam, junto com a quantidade de elogios que eu recebia, elas se tornaram cada vez mais uma parte de mim”.

Durante o primeiro ano, eu sempre pensava: ‘Eu vou cortá-las amanhã’, mas eu nunca cortava.”

Para fortalecer as unhas, ela diz que usa duas camadas de base e óleo de cutícula cada vez que as pinta. Ela limpa a parte inferior das unhas com cotonetes diariamente.

Falando de sua rotina diária, Simone disse: “Limpar meus dentes e usar o banheiro não são um problema. Curiosamente, muitas pessoas perguntam sobre a questão do banheiro quando veem minhas unhas pela primeira vez”.

Tomar banho é um pouco mais difícil. Às vezes minhas unhas ficam presas no meu cabelo, então eu tenho que ter muito cuidado.”

Ela também explicou que tem que ter muito cuidado ao se vestir. Segundo ela, dói quando suas unhas ficam presas na roupa, então ela demora o quanto for necessário.

Abotoar uma camisa pode levar décadas.”

Nesses anos que tem deixado as unhas crescerem, ela só quebrou uma delas uma vez. Ela admite que ficou muito histérica quando aconteceu.

Ela incentivou mais pessoas a seguirem o que elas amam, independentemente do que outros podem pensar.

É importante não deixar que outras pessoas te coloquem pra baixo porque você parece diferente. As diferenças fazem a vida interessante”, disse.

Vimos em perfeito.guru

Falando sobre isso

Leave a Reply