Hálito de acetona: o que é isso e quais doenças pode indicar?

É possível que você nem repare nele, mas seu hálito pode dizer muito sobre a sua saúde. Caso ele esteja com um odor adocicado e que você poucas vezes já sentiu antes, é possível que ele esteja cetônico e esconda duas doenças. Descubra quais a seguir.

Hálito cetônico: o que é?

Existem algumas condições que fazem com que o hálito adquira um odor característico adocicado, que muitos comparam com o cheiro de frutas envelhecidas. Ele é causado pela exalação de corpos cetônicos pela boca, esses provenientes do ciclo corporal para produção de energia, e é chamado de hálito cetônico ou hálito de acetona. Isso ocorre em alguns casos específicos e pode ser sinal de algumas doenças.

Hálito de acetona: o que pode ser

Diabetes

Quem tem diabetes não consegue transportar adequadamente a glicose para dentro das células e, consequentemente, não consegue utilizá-la para liberar energia. Por isso é preciso lançar mão de outra fonte de energia: a gordura.

O organismo quebra gorduras em ácidos graxos e, em seguida, em corpos cetônicos, que podem ser usados no lugar da glicose. Mas, quando em excesso, os corpos cetônicos geram uma quadro chamado cetose, que deixa o sangue ácido.

O diabético tem dificuldade em usar a glicose, popularmente chamado de ´”açúcar do sangue”

Para evitar esse processo prejudicial para o organismo, o organismo elimina a substância através da urina e do hálito, que fica com o odor característico.

Insuficiência cardíaca

Um estudo realizado pelo Instituto do Coração, o Incor, e publicado no periódico Chest mostrou que existe outra doença que pode ser caracterizada pelo hálito de acetona. Depois de avaliar 89 pacientes com a doença, os pesquisadores brasileiros descobriram que a concentração de acetona no hálito de quem tem o problema no coração é maior que o normal, principalmente se o quadro estiver descompensado.

Os cientistas ainda não identificaram exatamente por que isso acontece, mas sabe-se que a glicose e os ácidos graxos livres são os principais combustíveis das células cardíacas.

vimos em:bolsademulher

 

Falando sobre isso

Leave a Reply