Homem perde tudo em terremoto na Itália. Mas ao olhar para a cama, percebe que o bem mais precioso ainda está lá

Bedridden Antonio Putini, 97, sobreviveu a um terremoto mortal no centro da Itália, que devastou diversas cidades e matou mais de 250 pessoas. Sendo assim, ele foi levado para um abrigo temporário junto com sua cuidadora.

Até aí tudo normal. Mas para a surpresa de todos, o maltês Bishon, não saiu de perto do seu amigo e essa foi a mais verdadeira demonstração de afeto para todos que por ali passavam. Parece que ele sentia o momento difícil que o companheiro estava passando e queria de alguma forma consolá-lo.

“Ele é a única coisa que eu tenho agora”, disse Putini.

“O cachorro é muito apegado a Bedridden e ele disse que não iria a lugar algum sem ele”, conta a cuidadora Violeta.

Os cães a todo momento mostram ter uma grande capacidade de amar os humanos, que muitas vezes não sabem nem amar o seu semelhante. É muito amor canino.

Vimos em bestofweb

 

Falando sobre isso

Leave a Reply