Jovem sobrevive a ameba que mata quase 100% de seus portadores. Descubra sintomas que indicam a presença delas em seu corpo

Vermes, bactérias, amebas, parasitas em geral. É realmente assustador imaginar que nosso corpo pode estar à mercê destes perigosos e nojentos organismos, que consomem nossos nutrientes e afetam perigosamente o nosso organismo.

E em alguns casos, a situação pode ser bem mais grave do que se imagina, como sentiu na pele o adolescente Sebastian DeLeon, de 16 anos.

Após nadar em um rio na cidade Broward, no Estado de Orlando, EUA, o jovem foi contaminado pela ameba Naegleria fowleri, também conhecida como a ameba ‘comedora’ de cérebros.

Ela é encontrada em águas doces e costuma entrar no corpo pelo nariz. Uma vez dentro, faz seu caminho até o cérebro, destruindo seu tecido e causando um dano devastador.

Para você ter uma dimensão do quanto este parasita é perigoso, 97% dos seus portadores não sobrevivem. Só um milagre poderia salvar Sebastian. Até então, 4 pessoas haviam sobrevivido de um total de 137 diagnosticadas com a ameba.

No caso do garoto, ele começou a sentir uma forte dor de cabeça pouco tempo depois de sair do rio e foi imediatamente levado ao hospital. Não demorou para que o pediatra identificasse o parasita e DeLeon precisou ser tratado às pressas.

A ação rápida dos médicos foi primordial para salvá-lo. Ter se tornado o ‘quinto sobrevivente’ foi algo impressionante. E é certo que se a Naegleria não fosse rapidamente descoberta, as chances de vida do adolescente seriam mínimas.

O caso de Sebastian, apesar de ser um pouco mais grave dos que os casos convencionais de parasitismo, serve, principalmente, como um alerta para nós. De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde, são mais de 3,5 bilhões de pessoas pelo mundo que sofrem algum tipo de infecção parasitária. Ou seja, metade da população da Terra.

E existem vários sintomas que podem determinar a presença de um destes vermes no seu corpo:

1. Anemia, que é causada pela falta de ferro no corpo;2. Problemas na pele, como eczema (inflamação aguda que pode causar alergias, irritações e vermelhidões), erupções cutâneas (bolhas e mudanças de cor e na textura da pele), urticária, feridas e lesões papulosas;3. Diarreia;4. Fadiga, forte sensação de cansaço, depressão ou frequente sensação de apatia e moleza;5. Distúrbios que afetam o sono, como perturbações, dificuldade em relaxar e insônia;6. Perda ou ganho elevado de peso, somado a maior sensação de necessidade em se alimentar;7. Problemas reprodutivos, forte TPM, infecções do trato urinário, retenção de líquidos, problemas menstruais, miomas e cistos, cólicas, problemas de próstata, coceira no ânus;8. Dores e problemas nos músculos e nas articulações, além de cãibras;9. Ansiedade, nervosismo, bipolaridade, esquecimento;10. Síndrome do intestino irritável, causando inflamações no órgão.

Existem várias recomendações para eliminar parasitas, como o consumo de alimentos ricos em fibras, frutas, gengibre, semente de abóbora, aloe vera, sementes de romã, hortelã, babosa, alho, repolho cru, dentre outros. E também são eficazes remédios prontos e caseiros.

Fique atento com o consumo de açúcar processado, que é algo que fortalece esses perigosos organismos. E outra ressalva importante: apresentando qualquer um dos sintomas, procure um médico imediatamente.

Remédios e alimentos específicos são práticos contra parasitas intestinais, mas não seriam tão práticos contra uma ameba tão grave e perigosa como a Naegleria fowleri. E não são poucas aquelas que apresentam grau de risco igual ou superior a ela.

Portanto, tome cuidado com a alimentação e com a exposição a determinados lugares. E não deixe de buscar ajuda profissional quando sentir que algo está errado. Sebastian DeLeon foi abençoado por um milagre, muito em função também de ter imediatamente procurado um médico. Não se arrisque à toa!

Este é um site de tratamentos,noticias e curiosidades,ele não substitui um especialista.Consulte sempre seu médico.

Falando sobre isso

Leave a Reply