Limpeza de pele oleosa: o que levar em conta para não aumentar ainda mais o sebo

Todos os tipos de pele precisam de cuidados específicos. Considerando as diferentes características de cada uma, a limpeza vai exigir uma ação mais ou menos profunda, com indicação de frequência para manutenção menor ou maior. A pele oleosa é a que necessita de mais cuidados para manter limpa, e a recomendação de intervalo para uma limpeza de pele mais profunda é de 20 a 30 dias. No entanto, outros cuidados básico podem ser adotados no dia a dia para não estimular ainda mais a produção das glândulas sebáceas.

Prevenir oleosidade na pele

Limpeza – Lave o rosto duas vezes por dia com sabonetes à base de ácido salicílico, ácido glicólico ou enxofre, e aplique uma loção adstringente sem álcool em seguida.

Exagero – Erro muito comum para quem tem pele oleosa é lavar demais o rosto. O excesso de sabonete pode aumentar ou estimular ainda mais a oleosidade. O ideal é usar sabão, no máximo, três vezes por dia.

Água muito quente – Remove a oleosidade natural da pele, incentivando as glândulas sebáceas a produzirem mais. Use água morna ou fria.

Hidratação – Durante o dia, utilize hidratantes leves, à base de gel ou loções livres de óleo. O filtro solar também. À noite, invista em hidratantes leves antirrugas ou antioxidantes à base de ácidos retinóico, glicólico ou salicílico.

Maquiagem – O excesso de pó para maquiar o brilho excessivo da pele pode piorá-la. Se possível, busque produtos que são desenvolvidos para pele oleosa, com efeito mate, que dão aspecto mais seco. E nunca, jamais deixe de remover a maquiagem quando chegar em casa.

Lenço umedecido – Prefira andar com um pouco de loção adstringente e lenços de papel ou algodão, próprios para sua pele. Eles são mais adequados do que lencinhos umedecidos de higiene infantil, quando não for possível lavar o rosto.

Uso de FPS – A proteção solar não deve ser dispensada, mas é preciso encontrar produtos específicos para pele oleosa, com FPS 30, no mínimo. Normalmente, em forma de gel, loção ou fluido.

Ressecamento – Excesso de ar condicionado, por ressecar o ambiente, ajuda na desidratação da pele. Com isso, há aumento na produção de óleo, como uma reação natural do organismo para tentar reduzir a perda de água da pele. Lembre-se da importância de beber líquidos para estar sempre hidratada.

Álcool – Evite qualquer produto que tenha álcool na composição, para evitar motivo de ressecamento. Deixe sua pele respirar ao máximo, usando produtos específicos para seu perfil como loção adstringente, tônico ou gel facial.

vimos em:bolsademulher

Falando sobre isso

Leave a Reply